Sebrae-SP e Fapesp abrem edital de R$ 150 milhões para startups científicas

Sebrae-SP e Fapesp abrem edital de R$ 150 milhões para startups científicas

Por Márcio Padrão | Editado por Claudio Yuge | 23 de Julho de 2021 às 14h10
Pixabay

O Sebrae-SP (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e a Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) vão investir R$ 150 milhões para desenvolver startups científicas e tecnológicas no estado nos próximos seis anos. A parceria foi anunciada na quinta-feira (22).

Cada negócio selecionado poderá receber até R$ 1,25 milhão. O dinheiro servirá para pagar pesquisas, participar de feiras, captar investimentos e desenvolver provas de conceito, entre outras vantagens. Também haverá monitoria cienfífica do Sebrae às startups. O primeiro edital, no valor de R$ 25 milhões, selecionará 20 companhias. A intenção é financiar, no total, cerca de 150 projetos do Programa PIPE (Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas).

O edital vai receber propostas de empresas de pequeno porte (com até 250 funcionários) com unidade de pesquisa e desenvolvimento sediada em São Paulo e com faturamento de até R$ 4,8 milhões. 

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Imagem: StartupStockPhotos/Pixabay

A equipe de seleção de empresas vai avaliar a consistência e viabilidade do negócio. O documento da startup deve demonstrar sua estratégia para gerar receitas a partir da pesquisa proposta. O edital ficará aberto até o dia 19 de outubro. O manual com os detalhes do edital pode ser acessado no site www.fapesp.br/pipe.

A iniciativa faz parte do Programa Cientista + Empreendedor, lançado pelo Sebrae para apoiar pesquisadores e empreendedores científicos a trazer inovações ao mercado.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.