O que é AAC?

O que é ACC?

O MP3 se tornou praticamente sinônimo de áudio online pois é capaz de transformar as suas músicas em arquivos pequenos, ideais para compartilhamento. Porém, o fato de ter uma qualidade de áudio "razoável" desagrada muitas pessoas, abrindo o mercado para outros formatos mais robustos, como é o caso do AAC (Advanced Audio Coding - Codificação de Áudio Avançado).

Diferentemente do FLAC, o AAC é um esquema de compressão de áudio com perdas que não foca nos audiófilos, mas sim nos usuários que desejam músicas de alta qualidade sem ter que sacrificar um enorme espaço em disco ou mesmo em seus tocadores de música portáteis para armazená-los.

Visto pelo mercado como sucessor do MP3, esse formato possui grandes nomes por trás de seu desenvolvimento, como a Sony, AT&T, Nokia e Dolby Laboratories, e inclusive já foi padronizado pelos renomados instituitos ISO e IEC. Muitos de nossos dispositivos já utilizam o AAC como padrão, como o PlayStation 3 e Portable, Nintendo Wii e DSi, dispositivos Andoid, iPhones e iPods, sendo o formato padrão utilizado até no iTunes.

Para explicar a superioridade do AAC em relação ao MP3, o Canaltech mostra alguns pontos de comparação:

  • O AAC consegue um nível maior de qualidade de áudio sem aumentar o tamanho do arquivo. Este é medido em Kbps (Kilobits por segundo) e quanto maior esse número mais transparente será o som - e maior é o espaço necessário para o arquivo. Uma música comprimida em AAC a 96 Kbps possui um som mais nítido do que um MP3 a 128Kbps, o que significa mais qualidade a um tamanho menor;
  • Um parâmetro muito importante para estimar a "pureza" de uma música é a sua frequência de amostragem, pois quanto maior a margem mais detalhes são armazenados. Enquanto o MP3 possui uma margem de 16 KHz até 48 KHz, o AAC varia de 8 KHz até 96 KHz;
  • Um arquivo de áudio em MP3 pode suportar somente 5.1 canais em MPEG-2 enquanto o AAC é capaz de reproduzir até 48 canais diferentes em MPEG-4;

Os dados acima sozinhos já explicam a preferência de muitos usuários e empresas em substituir o MP3, que é padrão desde 1993. O único empecilho visto por alguns fabricantes é a necessidade do pagamento de royalties para o codificador (encoder) AAC e decodificador (decoder) Dolby Digital, mas isso é algo que já ocorre com o formato MP3, então quem sabe com um pouco de negociação as coisas se resolvam, não é?

O que é ACC?

Confira alguns reprodutores de música compatíveis com o AAC:

E você, acha que o AAC vai substituir o MP3?

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.