Corrija detalhes sem interferir nas texturas e cores no Photoshop

Por Sérgio Estrella

Um dos motivos pelo qual o Photoshop é popular hoje em dia é a sua capacidade de retoque digital: corrigir detalhes do cenário, de pessoas ou objetos como se a imagem fosse assim naturalmente. E conforme a tecnologia foi evoluindo, a Adobe, desenvolvedora do Photoshop, tratou de deixar esse recurso cada vez mais fácil de usar e eficiente. Agora é só uma questão de usar a ferramenta certa para resolver cada tipo de situação.

Neste tutorial você aprenderá a usar a "Ferramenta Pincel de Recuperação", capaz de remover imperfeições utilizando como base outras áreas da imagem, de forma semelhante ao funcionamento da Ferramenta Carimbo. Você também vai conhecer as opções desta ferramenta e vai poder comparar, lado a lado, seus resultados.

Vamos aprender? Basta seguir o nosso passo a passo abaixo.

Passo 1: abra a imagem no Photoshop

Inicie o Photoshop e abra a imagem que você deseja alterar usando o comando "Arquivo" > "Abrir" Tutorial Símbolo 2 (ou File > Open, em inglês). Você também pode utilizar o atalho de teclado “Ctrl + O” para este comando.

Tutorial Símbolo 1
Tutorial Símbolo 2
Photoshop Abrir

Selecionando o comando "Abrir" no Photoshop.

Localize em seu computador a imagem desejada e clique em “Abrir”. A imagem que vamos utilizar neste tutorial, para os três filtros, é a seguinte:

Ferramenta Pincel Recuperação

Para exemplificar, utilizaremos esta imagem de pele tatuada. No tutorial, vamos remover a tatuagem mantendo a textura da pele por baixo.

Um dos maiores problemas da Ferramenta Carimbo para realizar este tipo de tarefa é a textura criada. Como a ferramenta funciona copiando outras partes da imagem, a textura da área corrigda não fica natural (imagem à esquerda). Já a Ferramenta Pincel de Recuperação leva em conta a textura e a cor tanto da parte a ser corrigida quanto da parte a ser usada como base para a correção, e faz uma adaptação para um resultado mais natural (imagem à direita).

Ferramenta Pincel Recuperação

À esquerda: tatuagem removida com a Ferramenta Carimbo; à direita: tatuagem removida com a Ferramenta Pincel de recuperação.

Passo 2: acesse a ferramenta

Com a imagem aberta, selecione a “Ferramenta Pincel de Recuperação” (“Healing Brush Tool”, em inglês) na caixa de ferramentas do Photoshop. Caso esta não seja a ferramenta padrão no botão indicado, você pode acessá-la posicionando o mouse e segurando o clique sobre o botão até surgir o menu com mais ferramentas de correção e então selecionar a Ferramenta Pincel de Recuperação Tutorial Símbolo 2. Você também pode usar a tecla "J" do teclado para ativar a ferramenta.

Tutorial Símbolo 1
Tutorial Símbolo 2
Ferramenta Pincel Recuperação

Selecionando a Ferramenta Pincel de Recuperação (J) no Photoshop.

Passo 3: ajustando o pincel

Agora que a ferramenta foi selecionada, é preciso ajustar o tamanho do pincel. Para isso, utilize a barra de opções de ferramenta do Photoshop localizada no canto superior esquerdo da janela do aplicativo. Aqui é possível personalizar a pincelada no "Seletor de Predefinições de Pincel" (ou Brush Presets Selector, em inglês). Ao clicar nele, surgem duas opções: "Tamanho" Tutorial Símbolo 2 (ou Size, em inglês), que determina o diâmetro da pincelada, e "Dureza" Tutorial Símbolo 3 (ou Hardness, em inglês), que determina o esfumaçamento da pincelada. Diferente da Ferramenta Carimbo, aqui não temos a opção "Opacidade", uma vez que a imagem pincelada por esta ferramenta não é absoluta, mas passa por uma readequação automatizada.

Tutorial Símbolo 1
Tutorial Símbolo 2
Tutorial Símbolo 3
Opções Pincel de Recuperação para Manchas

Ajustando as opções da Ferramenta Pincel de Recuperação na barra de propriedades do Photoshop.

Na imagem de exemplo, vamos deixar a "Dureza" em 0%, para que a gradação entre a área projetada e a orginal seja o mais suave possível. O tamanho deve ser definido de acordo com a resolução da sua imagem. Procure deixar o tamanho da pincelada em 20% do tamanho do elemento que você quer corrigir, de modo a não borrar outras áreas.

Com o pincel configurado, agora vamos definir o ponto de origem da Ferramenta Pincel de Recuperação. O ponto de origem é a imagem que será copiada (e depois readequada). Para definí-lo, segure a tecla Alt e clique sobre qualquer ponto do elemento que você quer clonar. Em nosso exemplo, o ponto de origem foi definido no ponto da imagem.

Tutorial Símbolo 1

Em seguida, vamos pincelar a área que deverá receber a correção. O Photoshop gera automaticamente uma prévia da parte da imagem definida como origem no local onde o pincel será aplicado. Encaixe a pré-visualização no lugar desejado e comece a pincelar. No exemplo, o pincel foi definido neste tamanho e as pinceladas foram feitas dessa forma:

Usando Ferramenta Correção

Defininindo o ponto de origem e pincelando a cópia na área desejada.

Então obtivemos o seguinte resultado:

Ferramenta Pincel Recuperação

Você vai observar que logo depois que a pincelada for feita, acontecerá uma transformação na área. Isso é o Photoshop tentando entender a textura e a cor correta a ser utilizada na área. Os resultados geralmente ficam muito naturais, como a imagem acima.

Quando ficar satisfeito com o resultado, não se esqueça de salvar as alterações na imagem usando o comando de menu "Arquivo" > "Salvar", (ou File > Save, em inglês). Você também pode utilizar o atalho de teclado “Ctrl + S” para esta ação.

Caso, ao invés de corrigir, você deseje mover o elemento de lugar na imagem sem deixar um "buraco" onde ele estava antes, utilize a Ferramenta Mover sensível ao conteúdo.

Avançado: consertando falhas do pincel de recuperação com o pincel do histórico

A Ferramenta Pincel de Recuperação possui um contra: não sabe lidar com tons muito diferentes entre a área de origem e a área de destino. Por exemplo, ao tentar corrigir a tatuagem, eventualmente a pele pode acabar ficando borrada de preto (a cor da tatuagem). Esse é um efeito comum, e na maioria dos casos continuar pincelando resolve o problema. No entanto, você pode acabar perdendo detalhes no processo, por isso o ideal é evitar perdas. Para isso, ao invés de desfazer todo o processo, podemos utilizar o Pincel do Histórico, e corrigir esses erros, mantendo apenas as partes com a alteração desejada.

Ferramenta Pincel do Histórico

Selecione a “Ferramenta Pincel do Histórico” Tutorial Símbolo 1 (ou History Brush Tool, em inglês) na caixa de ferramentas do Photoshop. Caso ela não seja a ferramenta padrão no botão indicado, você pode acessá-la posicionando o mouse e segurando o clique sobre a “Ferramenta Pincel História da Arte” (Art History Brush Tool, em inglês) até surgir o menu com mais ferramentas de histórico e então selecionar o Pincel do Histórico Tutorial Símbolo 2 no menu. Você também pode usar a tecla "Y" do teclado para ativar a ferramenta (ou alternar entre as ferramentas de histórico).

A Ferramenta Pincel do Histórico restaura a área pincelada para um estado anterior (ou posterior) da imagem. Por exemplo, se você utilizá-la em qualquer área, aquela mesma área irá voltar para o estado que estava antes da utilização da Ferramenta Pincel de Recuperação. Por padrão, esta ferramenta restaura para o estado em que a imagem estava ao ser aberta, mas é possível escolher exatamente para qual estado restaurar na janela "Histórico", disponível no canto superior direito da janela do Photoshop.

Paleta Histórico Photoshop

No local indicado, você encontrará o botão "Histórico" Tutorial Símbolo 1 (ou History, em inglês); clique nele para abrir a paleta correspondente. Esta janela lista as últimas ações realizadas na imagem. O símbolo do Pincel do Histórico Tutorial Símbolo 2 indica o estado para o qual a Ferramenta Pincel do Histórico restaurará a imagem ao ser utilizada. Você poderá alterar o estado de origem clicando no pequeno quadrado Tutorial Símbolo 3 ao lado de cada ação realizada. O estado tanto pode ser uma ação anterior como uma ação que já foi desfeita e está após o estado atual. Em nosso exemplo, vamos definir a referência do pincel do histórico Tutorial Símbolo 3 para o estado anterior, ou seja, acima do item "Pincel de Recuperação".

Opções Pincel do Histórico Photoshop

Agora que a origem do pincel do histórico foi definida, é preciso ajustar o tamanho do pincel, da mesma forma que ajustamos com a Ferramenta Pincel de Recuperação. Ou seja, é possível personalizar a pincelada no "Seletor de Predefinições de Pincel" Tutorial Símbolo 1 (ou Brush Presets Selector, em inglês). Ao clicar nele, surgem duas opções: "Tamanho" Tutorial Símbolo 2 (ou Size, em inglês), que determina o diâmetro da pincelada, e "Dureza" Tutorial Símbolo 3 (ou Hardness, em inglês), que determina o esfumaçamento da pincelada. Além disso, temos a opção "Opacidade" Tutorial Símbolo 4, para os casos em que você desejar que a restauração não seja completa e sim um meio termo entre o original e o efeito.

Normalmente utilizamos a opacidade "100%" para uma restauração completa onde o pincel for utilizado. Da mesma forma que no Pincel de Recuperação, para que a gradação entre a área com e sem aplicação seja suave, a "Dureza" deve ser 0%. O tamanho deve ser definido de acordo com a resolução da sua imagem. Procure deixar o tamanho da pincelada menor que o elemento que você quer restaurar.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.