Apple Watch pode ganhar app de rastreamento do sono

Por Nathan Vieira | 09 de Outubro de 2019 às 22h20

Nesta quarta-feira (9), a Apple pode ter trazido um spoiler sobre um novo recurso da sua linha wearable, Apple Watch. Acontece que, por meio de uma captura de tela hospedada na App Store, a empresa acabou mostrando o aplicativo Alarms, e nele um aviso que menciona um aplicativo que nunca foi lançado, intitulado Sleep. Isso desencadeou teorias de que o smartwatch da multinacional vai contar com recurso de rastreamento do sono, algo que se encontra em falta, até o momento.

A captura de tela traz o seguinte texto: “Defina sua hora de dormir e acorde no aplicativo Sleep”. Quem trouxe à tona foi o portal norte-americano GSM Arena, mas a Apple já chegou até a remover o conteúdo referente ao aplicativo Alarms. O recurso apresentado presumivelmente faz com que o Apple Watch acorde o usuário depois de um ciclo de sono ideal que antecede o horário de despertar.

Captura de tela que sugere recurso de rastreamento do sono no Apple Watch

Por enquanto, já existem aplicativos de terceiros que oferecem alguma maneira de rastrear o sono, mas eles não são tão convenientes quanto o rastreamento automático que outras smartbands e relógios inteligentes oferecem com imediatismo para os usuários. Os dispositivos de rastreamento de sono e aplicativos funcionam acompanhando o movimento do corpo enquanto você dorme. A cada estágio do sono nos movimentamos cada vez menos, portanto, é assim que o dispositivo ou o aplicativo monitora você: através dos seus ciclos de sono.

A expectativa é que esse novo recurso de rastreamento do sono chegue por meio de uma atualização do watchOS, funcionando apenas nas últimas gerações do Apple Watch. Havia rumores de que a Apple finalmente adicionaria o rastreamento do sono a um novo Apple Watch e, com o lançamento do Apple Watch 5, ainda não havia nenhuma confirmação quanto ao recurso.

Apple Watch foi um dos destaques do evento promovido pela multinacional em setembro deste ano

No evento da Apple em setembro deste ano, o Apple Watch foi um dos principais destaques, com o anúncio de uma ama de novidades, como a adição de dois novos acabamentos. O Apple Watch Series 5 chegou em versões de titânio e alumínio reciclado, além das já existentes de aço inoxidável e cerâmica, e inclui ainda um aplicativo próprio de bússola e um sistema de ligações de emergência internacional, que detecta o país em que o usuário está e permite a realização da chamada diretamente pelo dispositivo. Oficialmente lançado em 20 de setembro, o Apple Watch Series 5 chegou ao mercado custando US$ 399 (cerca de R$ 1.640 em conversão direta) na versão GPS, ou US$ 499, cerca de R$ 2.050.

Fonte: GSM Arena

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.