Tablet que vira celular: Xiaomi revela aparelho dobrável em vídeo

Por Jessica Pinheiro | 23 de Janeiro de 2019 às 12h44
Tudo sobre

Xiaomi

Saiba tudo sobre Xiaomi

Ver mais

A Xiaomi parece mais disposta do que nunca a dar a largada na corrida no segmento de smartphones dobráveis. Tanto é que a marca revelou nesta quarta-feira (23) seu primeiro modelo flexível para o público nas rede sociais. O dispositivo apareceu em um vídeo de prévia, com o aparelho nas mãos do presidente e cofundador da fabricante chinesa, Bin Lin.

Ao que tudo indica, o aparelho contará com três displays e as duas pontas (direita e esquerda), poderão ser dobradas para trás. Quando isso acontece, o tablet vira um smartphone. No tweet que divulgou o vídeo, é dito que este aparelho da Xiaomi é o primeiro dispositivo “dobrável duplo do mundo”.

No vídeo, Bin é mostrado com um dispositivo touchscreen do tamanho de um tablet em suas mãos; então ele o vira, colocando o aparelho em orientação paisagem. Em seguida, o dobra duas vezes, colocando as laterais para trás e transformando-o em um phablet com certo volume na traseira — por conta do display flexionado.

Vale ressaltar que assim que o aparelho se transforma em um celular, o visor se ajusta automaticamente para posicionar o vídeo que já estava sendo exibido na tela e o estabiliza na orientação retrato a partir de então; e as laterais direita e esquerda do display, que são colocadas para trás, se apagam logo após o movimento.

O phablet parece ter um design de tela infinita, sem entalhes. Além disso, não é revelado quando a Xiaomi irá lançar o aparelho no mercado, muito embora Bin tenha dado algumas pistas de quando isso pode acontecer, além de ter pedido feedback de seus seguidores sobre o que foi mostrado no vídeo.

“Se você gostou, vamos considerar produzi-lo em massa para o mercado no futuro”, comentou o executivo. Bin também pediu ajuda com um nome para o aparelho dobrável, alegando que a Xiaomi está em dúvida entre dois: Xiaomi Dual Flex ou Xiaomi MIX Flex. “Essa forma dobrada e simétrica combina perfeitamente a experiência de um tablet com um celular, que é ao mesmo tempo prático e bonito”, ele escreveu no Weibo.

(Imagem: Bin Lin/Weibo)

Segundo o presidente e cofundador da Xiaomi, a construção desse protótipo implicou na “conquista de uma série de problemas técnicos, [tais] como a tecnologia flexível de tela dobrável, a tecnologia de eixos dobráveis com tração nas quatro pontas, tecnologia de estrutura [ou case] flexível e a adaptação da MIUI”.

“Fizemos o primeiro celular com tela dobrável, que deve ser o primeiro do mundo”, acrescentou Bin, o que sugere que o anúncio oficial pode acontecer em breve. Vale lembrar que o Galaxy S10 da Samsung será revelado no dia 20 de fevereiro e a expectativa é que o modelo dobrável da fabricante, o suposto Galaxy F, também ganhe alguma prévia — senão no evento de lançamento, então durante o Mobile World Congress, logo depois.

E embora outras fabricante também tenham interesse no iminente mercado de modelos dobráveis, o aparelho flexível da Xiaomi pode parecer agradável aos olhos, mas ainda não se sabe se os mecanismos de dobra aguentarão flexões para frente e para trás sem se desgastarem muito rapidamente. Isso sem contar a aceitação do público: será que os dispositivos 2-em-1 cairão nas graças dos consumidores?

Fonte: TechCrunch, Bin Lin (Weibo)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.