Saiba como cuidar da bateria do seu smartphone da forma correta; confira dicas

Por Redação

Os smartphones surgiram como a opção ideal para as pessoas que têm sempre que estar conectadas, já que possuem muitos recursos de um computador convencional em um tamanho reduzido. No entanto, de nada adianta tantos recursos incríveis quando a bateria do aparelho acaba e você precisa, desesperadamente, fazer uma ligação ou checar um e-mail.

Dicas como não passar longas horas jogando seus games favoritos ou não circular pelas ruas da cidade com o Wi-Fi ou GPS habilitados evitam que a bateria do seu dispositivo consuma mais rápido. Mas, além disso, os usuários podem tomar outras atitudes para preservar a bateria dos seus smartphones e não ficarem na mão quando mais precisam. Confira abaixo uma lista com algumas dicas que podem salvar sua bateria:

Complete a carga da bateria

Quando as pilhas recarregáveis surgiram no mercado, muito se falou sobre o "efeito memória", onde era sugerido aos usuários que deixassem suas cargas zerarem para só depois recarregá-las para garantir que as pilhas tivessem conhecimento de todo o seu potencial. Mas, atualmente, a maioria das baterias é feita de íons de lítio e devem ser tratadas de forma diferente.

Para conseguir tirar o máximo proveito da capacidade das baterias de íons de lítio, os usuários devem tentar manter sua carga, sempre que possível, na faixa dos 50%. Se os usuários deixarem a bateria dos seus smartphones zerarem para só depois recarregá-las por completo, isso poderá comprometer o seu funcionamento. Dito isto, sugere-se que apenas uma vez por mês os usuários deixem a bateria acabar por completo e a recarreguem, mas isso não deve acontecer o tempo todo.

Baterias de íons de lítio

Reprodução: TI Fast

Além de ser incômodo ter que recarregar a bateria do smartphone o tempo todo, as baterias de íons de lítio podem superaquecer ao serem expostas à recarga constante. Felizmente, os carregadores são inteligentes e cortam a transmissão de energia para o seu aparelho assim que a carga estiver completa. Porém, para complicar um pouco mais a vida do usuário, as baterias modernas também não 'gostam' muito de estarem com sua carga completa, e sugere-se que o usuário retire seu aparelho da tomada antes da recarga atingir 100% para garantir um melhor desempenho da bateria.

Então, se você quiser realmente otimizar o desempenho de sua bateria, o ideal é que você sempre tente recarregá-la quando estiver em 40% até atingir, no máximo, 80%, e deixá-la zerar pelo menos uma vez ao mês.

Mantenha-a resfriada

As baterias de íons de lítio possuem um grande vilão: o calor. Esse tipo de bateria costuma se deteriorar mais rápido quando está quente, não importando se o smartphone estiver em uso ou apenas no modo standby. Para ter uma ideia, uma bateria a uma temperatura média de zero grau Celsius é capaz de perder 6% de sua capacidade ao ano, enquanto a 25° Celsius perde 20% e com 40° Celsius perde até 35% de sua capacidade.

Manter o smartphone sempre em locais frescos e refrigerados pode não ser possível o tempo todo, mas a dica é evitar esquecer seu aparelho dentro de carros expostos ao sol entre outros ambientes quentes.

Evite o carregamento sem fio

Os sistemas de recarga de bateria sem fio podem ser muito convenientes, principalmente, se o seu smartphone já possui suporte para esta tecnologia. No entanto, os sistemas de recarga por indução disponíveis no mercado costumam dispersar calor, o que pode afetar diretamente o seu smartphone. Mesmo sendo a opção menos prática, o sistema de recarga antigo com plug-in evita que o smartphone receba qualquer carga extra de calor.

Nunca atinja o zero

Para evitar a degradação da bateria do seu dispositivo, sugere-se que o usuário sempre deixe um pouco de carga na bateria mesmo que o aparelho for ficar parado por algum tempo. Se você for deixar seu aparelho com bateria de íons lítio guardado por um tempo, indica-se que você o deixe com pelo menos 40% de carga.

Esse tipo de bateria quando atinge sua menor carga, no caso zero por cento, pode ficar seriamente instável e perigosa na hora da recarga. Deixar uma porcentagem de carga limite impede que possíveis casos de explosão aconteçam durante seu processo de recarga.

As baterias de íons de lítio costumam durar entre três e cinco anos, e para evitar danos ao longo desse período, os usuários devem tomar alguns cuidados simples como os listados acima, evitando sempre de deixar seu smartphone plugado à tomada a noite inteira, jogado no banco de um carro no sol e nunca deixá-lo atingir a carga miníma.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.