Redmi K40, K40 Pro e Xiaomi Mi 10 Ultra 5G aparecem em fotos reais

Por Igor Almenara | 10 de Fevereiro de 2021 às 16h15
Lu Weibing/Weibo

Poucas semanas antes do seu lançamento, os Redmi K40 e K40 Pro e até um misterioso novo Mi 10 Ultra apareceram em certificações e fotos do TENAA, órgão de regulamentação chinês semelhante à Anatel. Dupla de topos de linha revelam design “inspirado” no Mi 11, principal modelo da companhia para 2021 até o momento, enquanto o novo integrante da linha de 2020 introduz melhorias pontuais, como conectividade 5G e chipset Qualcomm Snapdragon 870, mas preserva a identidade visual e câmera de zoom de até 120x.

Redmi K40 e K40 Pro

A começar pelos lançamentos da linha inédita, os Redmi K40 e K40 Pro chegam com visual moderno — câmeras reunidas em módulo, traseira em material que aparenta ser vidro —, com cores pouco chamativas e elementos que remetem ao Mi 11.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Na parte traseira, é possível identificar dois grandes sensores no canto superior esquerdo; há ainda duas lentes auxiliares menores entre eles e um flash LED estacionado na parte espelhada do módulo. As bordas traseiras parecem ser ligeiramente curvadas e não há qualquer leitor de digital visível nas capturas, indicando que ele será colocado sob o display AMOLED.

Chefão da Redmi, Lu Weibing confirmou que a linha será equipada com o chipset Snapdragon 888, com performance de ponta e compatibilidade com redes 5G. Ele também descreveu o display como "a tela mais cara" entre os dispositivos da companhia e antecipou que a bateria terá capacidade de 4.000 mAh. O lançamento, por sua vez, será no dia 25 de fevereiro — não há previsão para chegada em outros mercados.

Xiaomi Mi 10 Ultra 5G

A outra certificação parece se referir a uma adição à família Mi 10, que nasceu em 2020. O aparelho parece uma mistura entre a identidade do modelo do ano passado com a atualização do visual do topo de linha atual.

Na China, ele é conhecido como Mi 10 Ultra, ou Mi 10 Commemorative Edition. O modelo original é equipado com o Snapdragon 865, contudo, a nova edição avaliada pela TENAA indica presença do Snapdragon 870 — novo chip de nível intermediário — e pode finalmente chegar ao mercado internacional. O modelo terá com a mesma tela AMOLED de 120 Hz, leitor de digital sob a tela e, como as imagens indicam, quatro câmeras na traseira e flash LED.

O lançamento e suas especificações o colocam numa posição fora do comum, mas o seu preço pode valorizar a estreia, pois ele pode disputar como “opção mais barata” para acesso ao 5G do que os modelos lançados em 2021. Se ele for realmente um retrabalho da edição chinesa, deve contar com as mesmas demais especificações, incluindo câmera com zoom de até 120x. Não há qualquer previsão para anúncio do aparelho.

Mi 10 Ultra (2020): ficha técnica

  • Tela: AMOLED de 6,67 polegadas, resolução de 1.080 x 2.340 pixels, taxa de atualização de 120 Hz;
  • Chipset: Qualcomm Snadragon 870;
  • Memória RAM: 8, 12 ou 16 GB LPDDR5;
  • Armazenamento interno: 128, 256 ou 512 GB UFS 3.1;
  • Câmera traseira: quádrupla; 48 MP (principal) + 48 MP (telefoto "super) + 20 MP (grande angular) + 12 MP (retrato);
  • Câmera frontal: 20 MP;
  • Dimensões: 162,38 x 75,04 x 9,45 milímetros;
  • Peso: 221,8 gramas;
  • Bateria: 4.500 mAH, com suporte a carregamento rápido com fio de 120 W e sem fio de 50 W, recarga reversa a 10 W;
  • Extras: NFC, Wi-Fi 6, infravermelho, alto-falantes estéreo, leitor de digitais sob a tela, zoom de até 120x;
  • Cores disponíveis: prata, preto e translúcido;
  • Sistema operacional: Android 10 com MIUI 12;

Fonte: GSMArena

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.