Realme divulga planos para 2021 e fala em abrir lojas próprias ao redor do mundo

Realme divulga planos para 2021 e fala em abrir lojas próprias ao redor do mundo

Por Felipe Junqueira | 19 de Janeiro de 2021 às 16h30
Divulgação/Realme

A Realme divulgou uma carta aberta aos fãs e investidores para falar sobre as conquistas de 2020 e planos para 2021. Assinado pelo fundador e diretor-executivo da companhia, Li Bingzhong, o texto reforça a estratégia de investir em AIoT e buscar posto mais alto no ranking global de fabricantes de smartphones. E, para isso, a empresa pretende abrir lojas físicas ao redor do mundo.

Bingzhong postou a carta em uma imagem no Weibo, rede social chinesa, junto a um texto em que celebra a entrada na lista de “principais fabricantes de celulares da indústria”. E repete a estratégia de apostar em produtos de Internet das Coisas com Inteligência Artificial, sempre com foco principalmente no público jovem. No final, ele cita o plano de abrir a primeira Flagship Store ainda este ano, para expandir para várias lojas em boa parte dos 61 mercados em que a empresa atua.

Na carta aberta, o executivo comemora a marca de 50 milhões de celulares vendidos pela Realme, recordista a atingir tal feito no menor tempo até hoje no setor mobile. Ele aposta que a companhia estará na sétima posição em envios de smartphones para todo o mundo no ano de 2020, atrás portanto apenas de gigantes como Samsung, Huawei e Apple e as conterrâneas Xiaomi, Oppo e Vivo, as duas últimas pertencentes ao mesmo grupo da Realme — a BBK Electronics.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Atualmente, a empresa que acaba de desembarcar no Brasil já marca presença em 61 diferentes mercados ao redor do mundo e, segundo um relatório da Counterponint, ocupa a quinta posição em 12 países.

Planos para 2021

Realme 7 Pro foi lançado oficilamente no Brasil e já tem análise no Canaltech (Imagem: Douglas Ciriaco/Canaltech)

Sem entrar em muitos detalhes, Bingzhong reforçou a estratégia de investir em produtos de Internet das Coisas e Inteligência Artificial, citando o Smart Gaming como um dos recursos presentes nos celulares da companhia que aproveitam essas tecnologias. E também lançou vários produtos focados justamente no ecossistema de casa inteligente, uma das tendências para os próximos anos.

E não poderia faltar o 5G. A Realme pretende levar dispositivos preparados para a quinta geração da banda larga móvel para mais mercados ao longo de 2021. O Brasil deve ser um desses países, se levarmos em conta a estratégia descrita ao Canaltech por Sherry Dong, diretora de marketing da empresa, em novembro.

Por fim, a companhia também tem planos de abrir sua primeira Flagship Store, e a ideia é ter lojas espalhadas por todo o mundo para atrair mais consumidores.

Lembrando que a Realme fez sua estreia oficial no Brasil logo no início do ano, com o lançamento dos celulares Realme 7 e 7 Pro, fones de ouvido Buds Q e relógio Watch S.

Fonte: Li Bingzhong/Weibo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.