Razer cancela o Phone 3 e pode desistir do mercado de smartphones

Por Rafael Rodrigues da Silva | 19 de Fevereiro de 2019 às 19h25
CNET
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Razer Phone 2

Ficha técnica

Tudo indica que a experiência da Razer no mercado de smartphones está chegando ao fim. De acordo com uma reportagem do site Droid-Life — rumor que minutos depois foi confirmado por um comunicado oficial da própria empresa —, o desenvolvimento do Razer Phone 3 foi cancelado nesta terça-feira (19). E tudo indica que não apenas ele, mas toda a divisão de smartphones da Razer deve morrer.

De acordo com o que uma fonte anônima revelou para o site, a Razer não apenas havia cancelado o terceiro aparelho de sua linha Razer Phone, mas também estava demitindo quase todos os funcionários de sua divisão mobile. E, ao investigar as alegações, descobriu-se que diversos engenheiros que haviam trabalhado no desenvolvimento do Razer Phone e do Razer Phone 2 haviam sido demitidos da companhia na semana passada.

Segundo uma fonte anônima de dentro da empresa, a Razer mantém ainda uma pequena equipe de desenvolvedores que continuará trabalhando nas atualizações para o Razer Phone 2 (como no lançamento do Android Pie para o aparelho), mas esses serão os únicos remanescentes de toda a divisão de smartphones.

De acordo com um comunicado oficial, a empresa confirmou que passa por um período de “realinhamento das atividades”, que demitiu 30 funcionários nos últimos dias e que diversos projetos foram cancelados para que a ela possa se preparar melhor para o futuro. Ainda que o comunicado não fale especificamente sobre a divisão de smartphones, ele foi enviado como resposta a uma pergunta sobre o cancelamento do Razer Phone 3 e o futuro desta divisão, então é possível considerar isso como uma confirmação da empresa.

Apesar de o futuro da Razer no mercado de smartphones estar ainda meio incerto, não seria uma grande surpresa se a empresa decidisse que não vale a pena continuar investindo no mercado, já que o aparelho dela é voltado a um nicho específico e não tem apresentado um grande número de unidades vendidas.

Fonte: 9to5Google

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.