Qualcomm dá mais um indício de que iPhone 12 vai atrasar

Por Felipe Autran | 30 de Julho de 2020 às 07h30
Reprodução/Bloomberg
Tudo sobre

Saiba tudo sobre iPhone 12

Ficha técnica

Após uma grande fornecedora da Apple indicar que o iPhone 12 deve ser lançado com atraso por conta da pandemia do novo coronavírus, agora foi a vez de a Qualcomm dar mais um indício que vai ao encontro dessa informação. De acordo com a agência de notícias Reuters, um relatório recente da companhia prevê que as receitas com vendas de chips no último trimestre do ano serão menores que o esperado devido ao atraso no lançamento de "um celular topo de linha".

Analistas ouvidos pela agência acreditam que esse smartphone é, de fato, o Novo iPhone. Rumores sobre um possível atraso na fabricação existem desde março e começaram a ganhar ainda mais força em junho, quando publicações asiáticas com fontes próximas à cadeia de produção do iPhone confirmaram que a produção não estava no mesmo ritmo dos anos anteriores.

Um dos principais fatores para o atraso é o fato de que a pandemia impediu engenheiros da Apple de viajarem em segurança dos EUA para a China, onde eles supervisionariam etapas do processo de fabricação e montagem. Analistas e outras pessoas com conhecimento da indústria apontam para um lançamento em outubro como o mais provável, em vez da chegada a loja no tradicional mês de setembro.

O que ainda não sabemos é se a Apple cogita mudar também o seu evento de anúncio para outubro, para que ele continue acontecendo próximo ao lançamento dos novos modelos. De qualquer forma, os altos números de contaminação pelo novo coronavírus nos EUA provavelmente obrigarão a empresa a fazer algo próximo do modelo adotado durante a WWDC 2020, que teve uma apresentação virtual para demonstrar os novos produtos da empresa.

Fonte: Reuters

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.