Mi 11 é bom para selfies em grupo ocasionais, conclui DXOMARK

Por Felipe Junqueira | Editado por Wallace Moté | 06 de Maio de 2021 às 07h00
Ivo/Canaltech

O Mi 11 Ultra é o atual campeão no teste de câmeras do DXOMARK, enquanto a versão mais em conta da série, o Mi 11, ficou consideravelmente atrás, com pontuação inferior ao Galaxy S21 Ultra, que decepcionou na avaliação da ferramenta.

Porém, ambos trazem a mesma câmera de selfies de 20 MP com abertura f/2,2 com gravação de vídeo Full HD 1080p e foco fixo. Claro que há muito mais funções além de todas essas, que são as características principais e evidenciam que ambos trazem basicamente a mesma qualidade nos autorretratos. E, segundo o teste do DXOMARK, não são excepcionais, com pontuação final inferior ao Mi 10 Ultra e ao Mi 10T Pro, que já estão bem abaixo dos melhores celulares do ranking de selfies.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O topo de linha da Xiaomi somou 85 pontos, sendo que ficou com 83 pontos em fotografia e 89 pontos em videografia. Isto o deixa empatado com o Honor 20 Pro e abaixo de outros 28 dispositivos já testados pela plataforma de benchmark de câmeras, incluindo modelos mais antigos como OnePlus 7 Pro, Galaxy Note 9, Google Pixel 3 e Zenfone 6.

Mi 11: qualidade das selfies

Os destaques do dispositivo, segundo o DXOMARK são o bom nível de detalhe tanto em fotos como vídeos, profundidade de campo ampla, bom controle de ruídos e balanço de branco em vídeo. Já entre os pontos negativos foram citados problemas frequentes em exposição, com pouca iluminação em objetos contra a luz, alcance dinâmico limitado, renderização de cores não natural, ruídos com pouca luz e ambientes internos, excesso de artefatos, erros no modo retrato e instabilidade de exposição em vídeo.

Na conclusão, a plataforma destaca que “o Mi 11 é capaz de capturar selfie decente na condição de luz certa, e graças a uma profundidade de campo ampla, é uma boa opção para selfies em grupo”. O problema, segue o DXOMARK, é que o dispositivo apresenta problemas de exposição em cenários mais complexos, o que faz dele uma opção melhor para quem tirar selfies apenas ocasionais.

Ou seja, o Mi 11 é um bom smartphone para quem tira selfies em grupo sem muita frequência.

Fonte: DXOMARK

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.