Meizu 17 e 17 Pro receberão modo 120 Hz em futura atualização, confirma empresa

Meizu 17 e 17 Pro receberão modo 120 Hz em futura atualização, confirma empresa

Por Diego Sousa | 11 de Maio de 2020 às 22h15
Reprodução/Sparrow News

Aproveitando o início das vendas do Meizu 17 e 17 Pro na China, a Meizu revelou uma novidade interessante para os modelos nesta segunda-feira (11): ambos são compatíveis com taxa de atualização de 120 Hz e serão habilitados em uma atualização futura — atualmente, eles suportam "apenas" 90 Hz.

Suporte será enviado via OTA aos aparelhos (Foto: Reprodução/Meizu)

Em publicação na rede social chinesa Weibo, a Meizu confirmou que os novos Meizu 17 e 17 Pro terão o chamado "modo de adoção antecipada com alta taxa de atualização de 120 quadros". Sem informar data da disponibilização do recurso, a fabricante chinesa afirmou apenas que a função será implementada via OTA (Over The Air) — ou seja, haverá uma atualização automática nos aparelhos.

A linha Meizu 17 foi lançada no último dia 8 de maio com grandes melhorias em sua tela. Como destaque, os modelos trazem um display Super AMOLED de 6,6 polegadas que ocupa cerca de 92,2% da área frontal, graças a uma borda inferior de apenas 3,3 milímetros. Ambos foram lançados com taxa de atualização de 90 Hz, resolução Full HD+ e leitor de digital embutido no display. Confira todos os detalhes dos smartphones na nossa matéria abaixo:

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Os dois aparelhos começaram a ser vendidos nesta segunda-feira (11) na China por preços a partir de 3.699 yuan, cerca de R$ 3.050 em conversão direta. Confira os preços sugeridos abaixo:

  • Meizu 17: 8 GB + 128 GB: 3.699 yuan (cerca de R$ 3.040);
  • Meizu 17: 8 GB + 256 GB: 3.999 yuan (R$ 3.300);
  • Meizu 17 Pro: 8 GB + 128 GB: 4.299 yuan (R$ 3.545);
  • Meizu 17 Pro: 12 GB + 256 GB: 4.699 yuan (R$ 3.875).

Fonte: Weibo (chinês)  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.