iPhone 12 terá bateria simplificada para compensar o custo do 5G, diz analista

Por Rubens Eishima | 21 de Agosto de 2020 às 13h07
Pallav Raj
Tudo sobre

Saiba tudo sobre iPhone 12

Ficha técnica

O 5G não vai sair barato, nem para as operadoras, muito menos para o consumidor final. Com celulares Android ultrapassando a barreira dos mil dólares nos Estados Unidos, a Apple estaria cortando o custo de alguns componentes para compensar o aumento de preços para incluir o 5G. Um dos alvos da economia é a bateria, que pode ter o valor reduzido em até 50% na comparação à usada no iPhone 11.

No total da nova linha iPhone 12, o impacto deve ser reduzido, mas todo corte conta. Segundo o analista Ming-Chi Kuo, o custo dos componentes para compatibilidade com o 5G pode chegar a US$ 85 (cerca de R$ 480) apenas para adicionar as redes sub-6 GHz, valor que sobe para até US$ 135 (R$ 760) no caso das frequências milimétricas (mmWave).

A redução de custo na bateria deve ser alcançada com o uso de menos camadas e um projeto menor e mais simples. O boato levanta algumas dúvidas sobre a autonomia de uso do aparelho nas redes de alta velocidade, especialmente com aplicações que precisam estar conectadas de maneira ininterrupta, como games e videoconferências.

Além do 5G, iPhone 12 deve trazer de volta o design do iPhone 4 como na projeção acima (imagem: Pallav Raj)

Outros rumores ligados a corte de custos no iPhone 12 incluem a possível remoção do fone de ouvido e do carregador da caixa do aparelho, o que, segundo outro analista, ainda não seria capaz de impedir o alto preço do celular.

A nova linha 2020 do iPhone deve chegar às lojas um pouco mais tarde neste ano. A própria Apple reconheceu que os modelos não estarão à venda em setembro — como tem acontecido nos últimos oito anos.

Fonte: MacRumors

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.