Google pode exigir Android Go em celulares com 2 GB de RAM a partir de outubro

Por Felipe Junqueira | 21 de Julho de 2020 às 20h30
Tempo Integral
Tudo sobre

Google

Saiba tudo sobre Google

Ver mais

O Google vai mudar as regras para qualificar um celular para o programa Android GO a partir da versão 11 de seu sistema operacional. Segundo um vazamento do Guia de Configuração de Dispositivo do Android 11 Go, smartphones com 2 GB de RAM terão, obrigatoriamente, que rodar a versão mais leve do robozinho.

A mudança já começa aí: até hoje, o Android Go era apenas uma recomendação para dispositivos com 512 MB ou 1 GB de memória RAM. A partir da versão 11, só poderão ser certificados para usar serviços do Google os celulares com 1 GB ou 2 GB se rodarem a versão mais leve do sistema.

Mas o Google ainda vai além e exige que todos os dispositivos com 2 GB de memória RAM a serem lançados a partir do último trimestre de 2020 também terão que rodar o Android Go, seja ele a versão 10 ou 11. Celulares já disponíveis e certificados no Google Play Console que possuem 2 GB de RAM deverão continuar na versão completa do sistema.

Além disso, o documento diz que aparelhos com 512 MB “não serão mais qualificados para rodar o GSM”. Ou seja, somente aparelhos com no mínimo 1 GB de memória RAM poderão ser “homologados” para rodarem serviços do Google e, portanto, terem acesso à Play Store.

Como explicou o XDA Developers, a mudança pode ser bastante positiva, no geral, para quem ainda prefere celulares mais baratos, com hardware mais modesto. “Android Go ser usado em dispositivos de 1 GB e 2 GB significa desempenho melhor no geral. Aparelhos dessa faixa podem ser bastante populares, o que mostra a importância de a experiência do Android ser a melhor possível”, observou a publicação.

Segundo a reportagem, informações sobre essa mudança já haviam sido passadas por fontes há algumas semanas, e o acesso ao documento, datado de 24 de abril deste ano, apenas reforça a veracidade. O Google não se pronunciou oficialmente sobre o assunto, mas deve mencionar algo quando lançar a versão final do Android 11, possivelmente em setembro.

Fonte: XDA Developers

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.