Google Pixel 4a deve começar a ser vendido no final de maio na Europa

Por Felipe Junqueira | 30 de Abril de 2020 às 12h30
Reprodução
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Pixel 4a

Ficha técnica

O Google Pixel 4a, sucessor do intermediário da Gigante das Buscas, já é esperado há algum tempo. Ainda não há nenhuma informação oficial da companhia sobre o aparelho, cujo suposto material promocional foi utilizado por Evan Blass para mostrar exemplos de publicidade do dispositivo há algumas semanas. E isso só aumentou a expectativa pelo modelo mais barato dos dispositivos móveis que têm um dos melhores conjuntos de câmeras do mercado.

O lançamento parece estar próximo, ao menos de acordo com o site alemão Caschy's Blog, que teria conseguido acesso a documentos internos da operadora europeia Vodafone. O Pixel 4a deve começar a ser entregue a partir de 22 de maio. Não há informações sobre um possível evento de lançamento — mesmo que via videoconferência —, mas imagina-se que o Google vai oficializar o aparelho muito em breve.

Embalagem e características do celular vazaram na internet no começo de abril. A aparência bate com a placa de publicidade do aparelho, com um visual de câmera única na parte traseira, em uma lombada quadrada que lembra o lado que representa o número 2 em um dado, com o flash em cima, à esquerda, e a câmera embaixo, à direita.

Um dos vários renders do Pixel 4a publicados na internet (Imagem: Reprodução/OnLeaks)

Segundo os vazamentos, o Pixel 4a deve vir com tela OLED de 5,81 polegadas Full HD, plataforma Snapdragon 730, da Qualcomm, 6 GB de memória RAM, 64 GB ou 128 GB de armazenamento interno, câmera com 12,2 MP e estabilização óptica, frontal de 8 MP, bateria de 3.080 mAh e carregamento rápido de 18 W e, claro, sistema Android 10.

O preço, também de acordo com os rumores, deve ficar na casa dos 400 dólares (cerca de R$ 2.170, em conversão direta na cotação do momento em que este texto é produzido). O Canaltech ja questionou o Google sobre a possibilidade de trazer a linha Pixel para o Brasil em diversas ocasiões e a empresa diz que está constantemente analisando o mercado para trazer seus dispositivos no momento que achar adequado.

Fonte: Caschy's Blog (em alemão)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.