Samsung deve estrear câmera sob a tela apenas no Z Fold 3, aponta rumor

Por Felipe Junqueira | 06 de Outubro de 2020 às 11h46
Jonas Leupe/Unsplash
Tudo sobre

Samsung

Saiba tudo sobre Samsung

Ver mais

A Samsung teria adiado pela segunda vez o uso da câmera sob o display para o flagship do primeiro semestre de 2021, segundo informações da imprensa coreana. A intenção, agora, é inserir a tecnologia que esconde o sensor fotográfico frontal no futuro Galaxy Z Fold 3.

Segundo as fontes do site TheElec, a Samsung pretendia lançar o Z Fold 2 já com a câmera sob o display, mas a baixa produção dos displays com a tecnologia levaram a um adiamento para o flagship do começo de 2021. Mas a empresa ainda não teria conseguido produzir componentes suficientes para garantir o uso no Galaxy S21/S30, resolvendo, portanto, deixar a novidade para o Z Fold 3 — informação que bate com vazamento anterior.

A câmera sob o display permite que a tela ocupe totalmente a área frontal, com aproveitamento do espaço para exibição de conteúdo, sem necessidade de mecanismos giratórios ou pop-up. O sensor de selfies fica escondido em um buraco semi transparente, quase invisível a olho nu, como já vimos no ZTE Axon 20 5G.

Dificuldades na produção

A empresa responsável pela produção das telas com câmera escondida é a Samsung Display, divisão da sul-coreana que fabrica telas OLED da maior parte dos celulares da empresa e também de muitos concorrentes. Segundo a reportagem, a companhia tem dois processos de inserção do furo no display para a câmera frontal.

Sucessor do Z Fold 2 deve ser primeiro Galaxy a ter câmera sob a tela (Imagem: Divulgação/Samsung)

Chamado na sigla em inglês de HIAA (“hole in active area”, ou furo em área ativa), ambos os processos utilizam um equipamento a laser, sendo que o primeiro, chamado HIAA 1, faz o buraco de uma só vez, enquanto o HIAA 2 faz diversos microfuros para permitir a passagem de luz.

“A Samsung Display também considerou não fazer um furo e criar uma área transparente na tela onde a câmera deve ficar”, observou o site. Mas, até o momento, nenhuma das iniciativas conseguiu garantir a tecnologia para o primeiro semestre de 2021 pois “ambos os métodos mostraram baixa taxa de produção durante os testes, disseram fontes familiares com o assunto”.

Outro detalhe apontado no texto é que o sensor fotográfico de selfies que fica abaixo da tela tem que ser desenvolvido especificamente para isso, pois precisa de um sistema para compensar a luz. Painéis OLED usam substratos de poliamida amarelados que distorcem a cor da luz que passa por eles. E, como a câmera de selfie ficaria “por trás” do painel, uma correção de cor seria necessária para que a foto não fique estranha aos olhos do usuário.

Assim, apesar de já ter maquinário para o HIAA em suas fábricas desde o ano passado, a Samsung vai ter que manter a tela com furo visível no Galaxy S21/S30. Aí fica a expectativa de chegada da tecnologia que permite a câmera sob o display para o Z Fold 3, que deve ser anunciado em agosto de 2021.

Fonte: TheElec

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.