Galaxy S20: vazam especificações de câmeras com nova tecnologia e mais

Por Felipe Junqueira | 14 de Janeiro de 2020 às 17h26
Felipe Junqueira/Canaltech
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Galaxy S20

Ficha técnica

Falta um pouco menos de um mês para descobrirmos oficialmente tudo sobre a próxima família Galaxy S, da Samsung, cujo anúncio já está oficialmente marcado para o dia 11 de fevereiro. Muita informação já foi vazada, incluindo renderizações e até uma suposta foto real do Galaxy S20+ 5G, confirmando que a sul-coreana vai pular a numeração para refletir, aparentemente, o ano de lançamento.

Agora, o leaker Ice Universe traz todas as especificações das câmeras dos dispositivos. Diferente de 2019, quando vimos um S10e, um S10 e um S10+, respeitando a ordem de preço e quantidade de funções de cada um, este ano devemos ter um S20, um S20+ e um S20 Ultra. Todos com três câmeras, e os dois mais avançados com um sensor Time of Flight.

Se as informações trazidas pelo leaker forem verdadeiras Galaxy S20 e S20+ teriam conjuntos parecidos: 12 MP para a câmera principal e ultra-wide, e 64 MP na teleobjetiva. O S20+ tem o ToF a mais.

Já o Galaxy S20 Ultra tem um conjunto diferente: 108 MP para a câmera principal, 48 MP para a teleobjetiva — abaixo, portanto, da resolução dos outros dois — e os mesmos 12 MP na ultra-wide, além do sensor Time of Flight.

O leaker ainda adicionou, em outra postagem, que "usar um sensor high-pixel para teleobjetiva é o aspecto mais singular da Samsung". Ou seja, há uma nova tecnologia a ser introduzida na linha Galaxy S20 para fotos aproximadas.

Na segunda-feira, 13, o jornalista Max Weinbach publicou as mesmas especificações das câmeras dos dois modelos mais avançados, sem falar do sensor ToF. As resoluções de cada sensor batem com o que Ice Universe publicou algumas horas depois.

Mais detalhes

Renderização do Galaxy S20+ segundo OnLeaks (Foto: Reprodução/Twitter)

Além de falar das câmeras, Weinbach também falou de vários outros detalhes sobre a linha. O primeiro foi o resultado do GeekBench rodado no S20+ 5G: 923 pontos no single-core e 3.267 pontos considerando todos os núcleos. Lembrando que o benchmark reviu o algoritmo de pontuação recentemente. Ainda assim, o dispositivo da Samsung ficou consideravelmente abaixo do iPhone 11.

“Devo lembrá-los: resultados do GeekBench não têm sentido e são estúpidos, só queria postar porque eu já os tinha aqui e não queria escrever um artigo inteiro sobre eles. Isso mostra o quão inúteis eles são para falar sobre a real velocidade do dispositivo”, escreveu o jornalista.

Weinbach ainda disse que o S20+ é significativamente maior que o S10+ quando comparado lado a lado. E também que todos os modelos terão suporte ao eSIM.

Sem P2 e informações da tela

O jornalista não parou por aí. De acordo com ele, uma fonte teve contato com um S10+. O modelo realmente não possui o conector P2, que serve para plugar fones de ouvido e microfones externos. Não está claro se isso vale para todos os modelos, mas é de se imaginar que sim. Os dispositivos vêm acompanhados de fones de ouvido AKG USB-C iguais aos da família Note 10.

Também há informações sobre resolução e proporção da tela: 3200 x 1440 pixels, com a tela em 20:9. Não foi possível verificar com exatidão o tamanho diagonal, em polegadas, do display. E mais: uma foto da tela de configurações mostra que a família S20 vai ser a primeira da Samsung a oferecer a opção de atualização de tela a 120 Hz, apesar de ser apenas na resolução Full HD+, desabilitando caso o usuário opte por aumentar para o WQHD+.

S10+ ao lado do S20+ deixa claro o aumento de tamanho (Foto: Max Weinbach/XDA Developers)

Além disso, o leitor ultrassônico de impressão digital segue sob a tela, mostrando que os rumores de que a Samsung o trocaria por uma solução óptica já em 2020 não se confirma. Ao que parece, a sul-coreana vai dar mais uma chance à Qualcomm.

“Podemos confirmar que é um escâner ultrassônico e não óptico ao checar se a área do sensor acende, que é a principal diferença visual entre os dois e a maneira mais fácil de diferenciar as duas tecnologias”, explicou o jornalista. Segundo ele, um leitor óptico se acende para fazer a leitura, enquanto o ultrassônico, não. O S20+ se encaixou no segundo caso. Mas não foi possível confirmar que é o novo 3D Sonic Max da Qualcomm.

Taxa de atualização de tela em 60 Hz ou 120 Hz (Foto: Max Weinbach/XDA Developers)

E para fechar o detalhamento, o S20+ tem 11 GB de memória do tipo LPDDR5, que deve ser anunciado como 12 GB. Esse tipo de RAM é suportado pelo Snapdragon 865. O modelo do hands-o ainda tem 128 GB de armazenamento interno e bateria com capacidade de 4.500 mAh.

Descobriremos cada detalhe dos três modelos, além de um suposto Galaxy Z Fold, no dia 11 de fevereiro, no evento Galaxy Unpacked 2020. Fique ligado!

*Este artigo foi atualizado com as informações contidas no trecho “sem P2 e informações da tela”.

Fonte: XDA Developers

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.