Galaxy Note 4 passa por recall nos EUA devido a risco de superaquecimento

Por Redação | 17 de Agosto de 2017 às 12h47

A FedEx está fazendo um recall de aparelhos Galaxy Note 4 remanufaturados nos EUA. Os celulares foram entregues como parte de um programa de garantia estendida e tiveram suas baterias substituídas por peças falsificadas, que podem superaquecer.

A falha pode fazer você se lembrar do grande problema envolvendo o Galaxy Note 7 e suas baterias explosivas, mas o defeito aqui parece ser de outra ordem. Enquanto o Note 7 apresentava defeitos por uma falha de design, o recall do Note 4 atinge um número limitado de aparelhos, cerca de 10 mil. Todos eles têm uma coisa em comum: foram remanufaturados pela FedEx como parte do AT&T Insurance Program, uma espécie de garantia estendida que a operadora oferece.

A Samsung disse ao Verge que a cadeia logística da FedEx usou peças não originais nos aparelhos, que podem superaquecer, e que a empresa de entregas está se responsabilizando totalmente pela substituição. Até o momento, só se sabe de um aparelho que apresentou problemas, felizmente sem causar danos a pessoas.

O Note 4 usa baterias removíveis, o que facilita bastante a troca. O site do recall orienta os consumidores a instalarem a nova bateria, remover a peça defeituosa e enviá-la pelo correio.

Fonte: The Verge, Slashdot