Explosão de celular mata jovem de 14 anos no Cazaquistão

Por Felipe Demartini | 30 de Setembro de 2019 às 13h12
East2West News

Uma jovem de 14 anos morreu enquanto dormia após a explosão de seu smartphone, que estava sob o travesseiro. O caso aconteceu na cidade de Bastobe, no Cazaquistão, e vitimou Alua Asetkyzy Abzalbek. Ela sofreu lesões e queimaduras graves na cabeça causadas pelo aparelho, que estava conectado à tomada e sendo usado por ela para ouvir música durante o sono.

De acordo com as autoridades, a garota foi encontrada já sem vida pelos familiares na manhã seguinte ao ocorrido. A marca e modelo do smartphone não foram revelados, nem informações sobre a utilização de cabos ou carregadores paralelos. Entretanto, os paramédicos confirmaram que o aparelho foi o causador da morte.

Apesar de as investigações estarem em andamento, as autoridades já parecem descartar a responsabilidade da fabricante sobre o caso, já que o que foi taxado como um “acidente trágico” teria sido causado pelo mau uso do dispositivo, que teria permanecido horas conectado à tomada e sob o travesseiro de Abzalbek, não havendo vazão para o calor, o que o levou a superaquecer e explodir. De acordo com especialistas forenses, a explosão teria ocorrido ainda durante a madrugada e, por conta disso, não houve tempo para socorrer a garota.

Aparelho explodiu após passar a noite conectado à tomada e sob o travesseiro da vítima, o que levou a superaquecimento e explosão (Imagem: East2West News)

O caso, mais uma vez, chama a atenção para os perigos de manter o celular na cama durante o sono e, sobretudo, deixar o aparelho ligado ao cabo de recarregamento durante longas horas. Principalmente em um caso como este, em que o dispositivo estava sob o travesseiro e, sendo assim, sem saída para o calor, o risco de acidentes aumenta, enquanto o usuário desatento pode acabar sendo vítima.

A recomendação dos especialistas é para que carregadores sejam retirados da tomada enquanto não estiverem em uso. Outra dica é sempre utilizar cabos e fontes originais, evitando usar o aparelho durante o processo de recarga da bateria e, principalmente, evitar mantê-lo na cama e conectado à tomada durante o sono.

Fonte: Mirror

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.