Data de lançamento do Galaxy Fold será divulgada nas próximas semanas

Por Rafael Rodrigues da Silva | 10 de Junho de 2019 às 18h10
Business Insider
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Galaxy Fold

Ficha técnica

Tudo indica que a novela do Galaxy Fold está longe de terminar. Nesta segunda-feira (10), um representante da Samsung revelou para o site CNET que a empresa deverá revelar a nova data de lançamento do Galaxy Fold dentro das próximas semanas.

Ainda que o representante tenha sido bastante vago em sua colocação — “nas próximas semanas” pode se referir tanto à semana que vem quanto daqui há dois meses - essa declaração na prática quer dizer que a empresa deverá demorar ainda alguns meses para lançar oficialmente o seu primeiro smartphone dobrável. Afinal, não é que o aparelho será lançado nas próximas semanas, mas que saberemos a data de lançamento nas próximas semanas, e é muito improvável que uma empresa faça esse tipo de declaração e divulgue que a data de lançamento será no mesmo dia, ou apenas alguns dias depois do anúncio.

Originalmente, o Galaxy Fold estava marcado para ser lançado no final de abril, mas problemas encontrados nos modelos enviados para análise pela imprensa — como a fragilidade da tela, que quebrava depois de dobrada meia dúzia de vezes, tinha uma película que se retirada fazia com que ela parasse de funcionar, e possuía lacunas por onde migalhas de comida poderia entrar e tornar o aparelho inutilizável — fez com que a empresa adiasse o lançamento para o fim de maio. Mas esse mês chegou ao fim, e até então a empresa havia mantido silêncio sobre o futuro do Galaxy Fold, pelo menos até a declaração desta segunda-feira.

Mesmo que demore ainda alguns meses para finalmente lançar o aparelho de forma oficial, a Samsung não deve ter pressa: o aparelho ainda pertence a um nicho muito pequeno de pessoas que conseguem pagar US$ 2.000 em um telefone, e soltar ele no mercado sem a certeza de que ele estará completamente funcional pode manchar muito mais a reputação da Samsung do que qualquer atraso — principalmente quando ela quer provar que possui tecnologia suficiente para tornar os smartphones dobráveis, uma realidade em 2019.

Fonte: CNet

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.