Como sempre tirar fotos nítidas com o smartphone?

Por Redação | Editado por Patrícia Gnipper | 18 de Abril de 2021 às 15h00
Nigel Tadyanehondo / Unsplash

Ter fotos nítidas é algo que muitos fotógrafos buscam, sejam apenas entusiastas ou aspirantes a profissionais. A busca pela nitidez pode até se tornar uma obsessão, mas como tudo na vida, em níveis exagerados ela pode estragar uma foto. 

Mas usada do jeito certo, ela causa impacto em quem observa a imagem pois de maneira subconsciente tem relação direta com a qualidade da imagem. Uma foto nítida revela detalhes que fazem quem vê a imagem mergulhar de cabeça nela, buscando enxergar até aquilo que foi deixado em segundo plano. 

E você não precisa de uma super câmera com uma lente caríssima para fazer fotos nítidas. Com o seu smartphone já é possível conseguir bons resultados e encantar seus amigos e seguidores das redes sociais, por exemplo. Por isso, neste artigo, vou falar sobre duas dicas essenciais para extrair o máximo do seu equipamento.

 1. Travar o foco no assunto fotográfico

O foco guia o olhar de quem observa a imagem, destacando elementos e estimulando a visualização completa da cena. Com a tecnologia atual, tanto câmeras quanto smartphones são otimizados para ter modos competentes de foco automático, em alguns casos recebendo auxílio de recursos de inteligência artificial. Falando em foco automático, em geral ele é programado para priorizar alguns parâmetros, como rostos em retratos ou objetos próximos, principalmente se o modo retrato estiver ativo. 

Por isso, a dica aqui é travar o foco naquilo que você quer destacar na imagem. No smartphone, quando você toca na tela, o app de câmera reconhece esse gesto como um sinal de que no lugar do toque é onde o foco deve estar. Isso te ajuda a compor sua foto de uma maneira mais atraente, e evita que o modo automático foque onde não deve. Em fotografias amplas de paisagens, travar o foco te ajuda a destacar um ponto de interesse e distribuir a nitidez de maneira uniforme, enquanto que em retratos mais próximos, onde o fundo sairá desfocado, sempre foque no rosto, para que sua foto tenha a nitidez ideal.

2. Manter o smartphone bem parado e evitar qualquer movimento

Se você estiver se movendo ao segurar a câmera ou se a pessoa retratada ficar inquieta na hora da foto, o modo automático do seu smartphone pode não acompanhar a mudança brusca da situação e borrar a foto. Isso acontece quando ele tenta se ajustar a ambientes com baixa luminosidade e de maneira programada usa uma velocidade mais baixa do obturador. Na prática, esse ajuste dá margem para que movimentos, mesmo que pequenos, acabem em fotos mais tremidas e borradas. 

Para compensar isso, se mantenha firme para que o modo automático use por padrão velocidades mais altas, e essa firmeza pode ser alcançada ao segurar o smartphone com as duas mãos e com os braços juntos ao corpo. Essa postura evita balanços e tremores e te ajuda a conseguir uma maior nitidez em suas imagens. Uma outra solução é o uso de um tripé, que te dá liberdade inclusive para usar o modo manual e brincar com a velocidade do obturador, além de ajustar o foco de maneira muito mais precisa.

E uma dica bônus: nunca pense que “dá pra salvar a imagem” na edição. Apesar de muitos aplicativos como o Lightroom oferecerem a opção de ajuste de nitidez, ela é mais um complemento do que algo garantido. Ou seja, se a sua foto tiver uma boa nitidez na captura, a edição vai poder realçar isso. Agora, se a captura foi feita de maneira errada e a foto saiu borrada, o ajuste de nitidez não vai ser capaz de salvá-la.

Quer mais dicas de fotografia?

Baixe o ebook gratuito agora mesmo: 10 dicas de fotografia com Smartphone

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.