Clientes do Itaú poderão fazer upgrade para novos iPhones a cada 21 meses

Por Rui Maciel | 18 de Agosto de 2020 às 20h50
Divulgação
Tudo sobre

Saiba tudo sobre iPhone

Ficha técnica

O Itaú Unibanco anunciou nesta quarta-feira (18) que permitirá aos seus clientes a troca de seus iPhones por um modelo mais novo da marca em intervalos regulares e pagando parcelas menores que a média do mercado.

O programa que possibilitará esse upgrade constante leva o nome de "iPhone pra Sempre", sendo que os clientes com cartões do Itaú poderão adquirir um modelo de iPhone por meio dos aplicativos do banco e da Itaucard, com parcelamento estendido para pagar o valor total do aparelho e a opção de trocá-lo a cada 21 meses.

Versão web do programa (Captura de imagem: Rui Maciel)

Como funciona

Para fazer parte do programa, o cliente do Itaú deve acessar a versão atualizada dos apps do banco ou da Itaucard, ir até a aba "Serviços" e escolher a opção "iPhone pra Sempre". Ali, ele seleciona seu modelo preferido, incluindo as versões de iPhone 11 e iPhone 11 Pro, o iPhone XR e também o iPhone SE, o lançamento mais recente da Apple.

Definido o modelo, o dono do novo iPhone o recebe no endereço indicado durante o processo de compra e passa a pagar, na fatura mensal de seu cartão, parcelas a partir de R﹩ 140,91 sem juros. A oferta é limitada a 1 (hum) aparelho por CPF, válida para pessoas com limite disponível no cartão suficiente para cobrir o valor total do celular escolhido.

Todos os cartões Itaú são elegíveis, mas, por enquanto, cartões adicionais não estão liberados. Além disso, é necessário ter o iToken instalado no seu aparelho.

Depois de 21 meses, o cliente terá pago cerca de 70% do valor de mercado do aparelho. Daí em diante, o cliente contará com três opções:

  • permanecer em definitivo com o iPhone, pagando uma última parcela correspondente a aproximadamente 30% do valor daquele aparelho;
  • trocar o produto em uso por uma versão mais moderna, com a abertura de um novo ciclo de financiamento; ou
  • devolver o aparelho e sair do programa.

Se a opção for pela troca ou devolução do iPhone, o cliente não precisa pagar a parcela equivalente a 30% do valor do aparelho. Mas, caso o usuário atrase o pagamento da sua fatura em mais de 55 dias contínuos a última parcela - que corresponde a 30% do valor do smartphone - deverá ser pago e não será possível realizar a troca por um iPhone mais novo ou devolve-lo.

"Estamos muito entusiasmados em apresentar a nossos clientes o novo programa 'iPhone pra Sempre', oferecendo uma forma totalmente inovadora para aquisição do smartphone. O mercado brasileiro geralmente trabalha com parcelas de até 12x, o que torna o valor de cada parcela mais caro", afirma Rubens Fogli, diretor de Negócios Digitais do Itaú Unibanco. "Agora estamos tornando mais fácil para que mais clientes do Itaú possam desfrutar da experiência de alta qualidade do iPhone - e oferecendo a opção de atualizar para um novo modelo regularmente".

Mais detalhes sobre o programa "iPhone pra Sempre" estão disponíveis no site oficial do programa.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.