Acusada de burlar resultados, Oppo é retirada de lista de benchmark

Por Wagner Wakka | 19 de Outubro de 2018 às 14h44
Tudo sobre

Oppo

Saiba tudo sobre Oppo

Ver mais

Mais uma empresa está sendo acusada de adulterar resultados de testes de benchmark. Depois de a Huawei ter de se explicar sobre resultados de análises do P20 e do P20 Pro, agora é a OPPO que é alvo de polêmicas. Recentemente, a empresa anunciou seu Find X, um dos melhores aparelhos pontuados nos testes da 3DMark.

Segundo a empresa, os dois smartphones são capazes de reconhecer que estavam sendo testados pelo app na Google Play e, então, realocar potência para melhorar a pontuação. Posto de outra forma, o aparelho fazia uma espécie de overclocking para ter um melhor desempenho, o que não é compatível com a potência de uso normal.

Para comprovar a questão, a UL, empresa que detém o benchmark 3DMark, utilizou uma versão privada, fora da loja da Google, e obteve um resultado diferente. Ambos aparelhos estavam, ao menos 41% melhor com o sistema de reconhecimento, configurando a fraude nos testes.

Desempenho é até 41% melhor (Foto: Ul)

O FInd X era apontado com o quarto melhor aparelho da lista da 3DMark. A UL ainda informou em seu site que a Oppo oficialmente confirmou que há mudança de desempenho, mas que o objetivo não era mascarar nenhum teste. “Quando nós detectamos que um usuário está usando um app como jogo ou benchmarks 3D, que pedem alto desempenho, permitimos que o SoC rode a todo vapor para uma experiência mais lisa”, informou a Oppo à UL.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.