Apple investiga morte de aeromoça chinesa eletrocutada com iPhone 5

Por Redação | 15 de Julho de 2013 às 18h37

A Apple informou que está investigando o caso da aeromoça da China Southern Airlines, Ma Ailun, 23 anos, que morreu eletrocutada na última quinta-feira (11) depois de atender a uma ligação em seu iPhone 5. A empresa afirma que o problema ocorreu quando o smartphone estava conectado à uma tomada para recarregar sua bateria e Ma o atendeu. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

"Lamentamos profundamente o trágico acidente e oferecemos nossas condolências à família", afirmou a empresa em nota oficial divulgada nesta segunda-feira (15). "Investigaremos plenamente e cooperaremos com as autoridades para esclarecer o assunto".

A Maçã não divulgou mais detalhes sobre o caso e afirmou apenas que se trata de um incidente isolado. A irmã de Ma Ailun escreveu em seu perfil em uma rede social sobre o acidente que vitimou sua irmã e alertou outros usuários do iPhone 5 a tomarem cuidado com o aparelho quando ele estiver conectado a uma tomada.

E em abril deste ano, a Apple enviou um comunicado pedindo desculpas a seus consumidores chineses e garantindo mudanças em sua política de garantia do iPhone no país. O período pós-venda da Apple na China é considerado um dos piores do mundo.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.