Temporadas finais de Game of Thrones podem ter menos episódios

Por Redação | 15 de Abril de 2016 às 15h57
photo_camera Divulgação

A alegria dos fãs de Game of Thrones, cuja sexta temporada estreia na próxima semana, em 24 de abril, pode acabar durando pouco. Assim como acontece no próprio seriado, em que tudo o que é bom termina de maneira violenta, a HBO estaria planejando um encurtamento das duas últimas temporadas de show.

As declarações são do produtor executivo David Benioff, que acredita que, após o fim da sexta temporada, apenas 13 novos episódios seriam produzidos, divididos entre o sétimo e oitavo ano de “Game of Thrones”. Na medida em que a série alcança o limite imposto pelos livros lançados até agora – e levando em conta o ritmo de escrita de George R. R. Martin, provavelmente os ultrapassa –, a trama entra no que o showrunner cita como sua “volta final”.

Segundo ele, entretanto, não há motivo para pânico. Nada está escrito em pedra, e a HBO ainda está negociando e conversando com roteiristas, além do próprio autor, para ver o que será feito. Entretanto, o tom dos papos até agora tem sido o da redução das temporadas como forma de estender a narrativa pelos dois anos previstos, mas sem que a história acabe sendo enrolada.

E para quem se pergunta como o canal americano vai fazer sem ter um livro em que se basear, a resposta é a parceria com Martin. De acordo com os produtores, o autor já contou a eles como será o final de Game of Thrones e, muito provavelmente, a série chegará ao fim antes do encerramentos do título original da franquia, As Crônicas de Gelo e Fogo, onde Game of Thrones é, na realidade, apenas o nome do primeiro livro.

As duas últimas temporadas da série da HBO estão previstas para estrearem, respectivamente, nos primeiros semestres de 2017 e 2018. O show tem transmissão simultânea no Brasil, com os episódios sendo exibidos por aqui ao mesmo tempo em que passam nos Estados Unidos.

Fonte: Variety