Power Rangers completa 25 anos da primeira hora de morfar

Power Rangers completa 25 anos da primeira hora de morfar

Por Rafael Rodrigues da Silva | 28 de Agosto de 2018 às 20h30

Hoje é uma data muito especial para todo mundo que viveu os anos 1990: os super-heróis preferidos de toda uma geração completam 25 anos de sucesso na TV — o que era completamente impensável durante a concepção do programa, quando Haim Saban teve a ideia de reaproveitar cenas de Tokusatsus (séries de super-heróis japonesas) para criar sua própria versão ocidental do gênero.

Criada pela Saban e lançada oficialmente no dia 28 de agosto de 1993 pelo canal Fox Kids, a série original — conhecida nos Estados Unidos como Mighty Morphin Power Rangers — mostrava um grupo de adolescentes que foram escolhidos por uma cabeça flutuante alienígena para proteger a Terra dos ataques de uma bruxa que morava num castelo na Lua. A série, que tinha tudo para ser uma fracasso, acabou se tornando um dos programas infantis mais assistidos da TV mundial, chegando até mesmo a competir — e ganhar — na audiência com o programa da Oprah.

Desde então, a série continua sendo um sucesso entre crianças e adolescentes (e até mesmo alguns adultos, que justamente eram adolescentes na década da estreia) no mundo todo. Power Rangers já teve 21 formações diferentes em sua história, cada uma com uma série própria. A atual temporada, chamada Power Rangers: Super Ninja Steel, é produzida e transmitida pela Nickelodeon, enquanto aqui no Brasil ela é transmitida pelo Cartoon Network.

Mas o auge da fama dos heróis em solo nacional ocorreu mesmo durante os anos de 1995 e 1996, quando a série passou na Globo durante a TV Colosso, antigo programa infantil do canal. Nesse período, foram lançados diversos brinquedos, fantasias, linhas de roupa e até mesmo discos musicais inspirados na série.

Aqui no Brasil, a Globo foi a principal casa dos Power Rangers, exibindo as séries da franquia até 2012, quando então os direitos de transmissão para TV aberta passaram para a Band. Hoje, nenhuma das emissoras abertas exibe episódios de nenhuma das 21 séries dos Power Rangers, mas ainda é possível assistir ao grupo atual na Cartoon Network (tv a cabo) ou as temporadas clássicas pela Netflix.

Power Rangers é um dos melhores exemplos de que nunca entenderemos completamente a fórmula de sucesso para a TV; afinal, vários outras tentativas de “americanizar” as séries japonesas de heróis foram feitas (até mesmo pela própria Saban) e nenhuma delas teve uma fração do sucesso dos heróis da Alameda dos Anjos. Então, nessa data tão especial, só resta uma coisa a dizer: go, go, Power Rangers!

Com informações de Geek.com

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.