O que podemos esperar da quarta temporada de Stranger Things

Por Rafael Rodrigues da Silva | 10 de Julho de 2019 às 16h34
Divulgação/Netflix
Tudo sobre

Netflix

Saiba tudo sobre Netflix

Ver mais

Aviso: essa matéria contém alguns spoilers da terceira temporada de Stranger Things, então se você ainda não terminou a série, prossiga por sua conta e risco.

Menos de uma semana depois da estreia da terceira temporada de Stranger Things, a única coisa na cabeça de muitas pessoas é: quando irá estrear a quarta temporada da série? E essa é uma pergunta, neste momento, difícil de responder.

Por enquanto, a Netflix ainda não confirmou oficialmente que Stranger Things terá uma quarta temporada, mas por enquanto ainda não há motivos para os fãs se preocuparem. Isso porque, em abril de 2018, Shawn Levy (produtor executivo da série) confirmou em entrevista que a quarta temporada de Stranger Things era algo certo, mas que ainda estavam discutindo se a levariam até uma quinta. Isso pode ser confirmado também por uma entrevista dada pelos Irmãos Duffer (criadores da série) em Agosto de 2017, onde confirmaram que o plano inicial era terminar toda a narrativa de Stranger Things em quatro temporadas. Pelo menos, falta só a confirmação oficial, o que deve ocorrer logo.

No ano passado, a segunda temporada da série estreou em 27 de outubro, e a Netflix confirmou a existência de uma terceira em 1 de dezembro — pouco mais de um mês depois da estreia. Como a terceira foi lançada em 4 de julho, é de se esperar que a existência da quarta temporada seja confirmada em meados de agosto.

Mas, além disso, tudo ainda é um mistério. Não apenas porque os próprios criadores já revelaram o desejo de finalizar a série na quarta temporada, mas também porque pode ser impossível continuá-la sem um grande salto temporal. Isso porque todo o núcleo infantil da trama já está na faixa dos 15/16 anos de idade, e estão vendo seu rostos e corpos amadurecerem muito rápido (como é comum para essa idade), o que logo tornará impossível que eles possam continuar interpretando os personagens em início de adolescência que fazem na trama. Assim, caso a série não faça um salto temporal grande — o que a distanciaria da década de 1980 que seus criadores sempre quiseram utilizar como plano de fundo para a trama — pode ser impossível continuar a série para além da quarta temporada pelo fato dos atores não mais conseguirem se passar por crianças.

Já quanto ao que essa quase certa quarta temporada irá tratar, assuntos não faltam. Apesar da terceira temporada ter nos explicado po rque uma cidadezinha como Hawkins é tão importante para o estudo do Mundo Invertido, as poucas respostas que a série trouxe nos serviram para criar mais perguntas. Por exemplo: quem é o “americano” misterioso que os russos estão aprisionando? Seria ele o xerife Hopper — ou até mesmo o Dr. Brenner, que desde que revelou seus experimentos na segunda temporada sumiu da série? Há também o caso dos poderes da Eleven: ela irá recuperá-los, ou terá que aprender a viver como uma garota “normal” e a defesa da Terra irá passar para as suas irmãs — como a Oito, que foi mostrada na segunda temporada? Sem contar as novas possibilidades narrativas: com a revelação dos estudos dos russos e a mudança de cidade dos Byers, pela primeira vez os produtores poderão nos mostrar como o Mundo Invertido não é uma ameaça apenas para Hawkins, mas para o mundo todo.

E há também a temática por trás de cada temporada, que sempre se aproveitou de algum feriado tradicional dos Estados Unidos, com a primeira se passando próxima ao Natal, a segunda ao Dia das Bruxas e a terceira no Dia da Independência. No último episódio da série, Mike e Eleven discutem a possibilidade de se encontrarem no Dia de Ação de Graças, que é um dos feriados mais tradicionais dos Estados Unidos que ainda não foi retratado na série. Assim, há uma grande chance dos eventos da quarta temporada acontecerem nessa época — e, considerando que a Netflix costuma estrear as temporadas próximo dos feriados que a inspiram, pode ser que a quarta (e, possivelmente, última) temporada de Strangers Things chegue ao serviço de streaming apenas em meados de novembro de 2020.

Outra dica do fim da série que pode revelar um pouco do que veremos na próxima temporada foi a introdução do fenômeno do Pânico Satânico de 1980, um fenômeno de terror moral que fez com que as pessoas começassem a chamar de obra do demônio tudo aquilo que fazia sucesso e estava ajudando a mudar a cultura da época, como videogames, jogos de RPG e até mesmo músicas (lembra aquela história do disco da Xuxa que se rodar ao contrário tocava uma oração pro capeta? Então, é uma história que faz parte desse período). Assim, introduzir a possibilidade de portais que levam a um mundo de criaturas demoníacas em meio a uma paranoia moral que enxerga o demônio em tudo é o tipo de coisa que ajudará a dar um novo significado a forma como enxergamos o Mundo Invertido, e que muito provavelmente será abordado na próxima temporada.

Por enquanto, tudo não passa de suposição. Mas, enquanto nada disso é confirmado pela Netflix ou pelos produtores de Stranger Things, só nos resta especular enquanto esperamos pela próxima temporada dessa que é uma das séries mais divertidas dos últimos tempos — principalmente para aqueles que viveram na década de 1980.

Fonte: IGN

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.