Game of Thrones estreia com vazamento de vários episódios da nova temporada

Por Redação | 13 de Abril de 2015 às 08h57
photo_camera Divulgação

A relação entre Game of Thrones e a pirataria não é nenhuma surpresa. A série da HBO lidera há anos as listas de séries mais baixadas em sites de torrent e, com a estreia da quinta temporada no último domingo (12), era óbvio que isso se repetiria. No entanto, desta vez, a coisa foi um pouco diferente por conta de um vazamento que colocou não apenas um, mas quatro episódios entre os mais procurados pelos fãs em sites de downloads.

Apesar de ainda ser impossível identificar a fonte do vazamento, a HBO sabe bem onde procurar. De acordo com a emissora, esses quatro capítulos que surgiram na internet no último fim de semana haviam sido enviados à mídia especializada para que seus sites publicassem as impressões iniciais desta nova fase da série, indicando que deve ter sido algum dos "profissionais" da área que soltou o conteúdo ilegalmente.

O incidente vai de encontro a tudo aquilo que a empresa vem fazendo para combater a pirataria de uma de suas mais populares séries. Por mais que ela nunca tenha achado ruim o fato de Game of Thrones liderar as listas de mais baixados — segundo a emissora, o buzz cultural em cima da marca vale muito mais do que qualquer prêmio ou índice tradicional de audiência —, o fato de termos quase metade da nova temporada já disponível para download é um golpe e tanto nos recentes esforços de trazer esse público para a legalidade.

Entre as medidas tomadas pela HBO para convencer os fãs a abandonarem o tapa olho e saírem da baía dos piratas foi, além de transmitir os episódios de Game of Thrones simultaneamente em todo o mundo, permitir que as pessoas assinassem o serviço de streaming HBO Now para que pudessem assistir ao programa mesmo não tendo uma TV a cabo em casa.

É claro que ainda é impossível mensurar o estrago desse vazamento — se é que vai realmente existir um —, mas não há como negar que o fato de termos quase metade da nova temporada já disponível semanas antes desses episódios serem exibidos não é nada bom para quem está tentando diminuir o apelo da pirataria. E, enquanto as coisas não se resolvem, pelo menos o buzz cultural continua.

Via: AJC

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.