Usuários devem ficar atentos a golpes de phishing no Dia dos Namorados

Usuários devem ficar atentos a golpes de phishing no Dia dos Namorados

Por Felipe Demartini | Editado por Claudio Yuge | 10 de Junho de 2022 às 22h00
Divulgação/Check Point

A corrida por presentes ou reservas de restaurantes e experiências para o Dia dos Namorados também é cheia para os criminosos cibernéticos, que aproveitam a data para aplicar golpes envolvendo phishing e engenharia social. Por isso, é momento de os usuários ficarem atentos com ofertas mirabolantes, pedidos de informações e e-mails em nomes de serviços, lojas e estabelecimentos, que podem ser isca para ataques e tentativas de fraude.

Quem alerta é a Check Point Software Technologies, fornecedora de soluções globais de cibersegurança, que chama a atenção, principalmente, para os casos de ransomware. De acordo com a companhia, os e-mails de phishing são o vetor mais usado em ataques desse tipo, com apenas um clique errado podendo causar sérios danos ao computador das vítimas; a coisa fica ainda pior caso a máquina corporativa seja o alvo desse tipo de ocorrência.

“Os cibercriminosos sempre procuram aproveitar o momento. Fraude de cartão de crédito e roubo de identidade pessoal são exemplos potenciais do que os [bandidos] são capazes [de realizar] em datas comemorativas como o Dia dos Namorados”, explica Fernando de Falchi, gerente de engenharia de segurança da Check Point. Segundo ele, cuidado e atenção podem ajudar a diferenciar comunicações reais de mensagens maliciosas.

Atenção nos detalhes ajudam a identificar o phishing

O especialista aponta elementos cmo erros de ortografia e gramática nas mensagens, assim como ofertas boas demais para serem verdade como elementos que devem levantar suspeitas. de Falchi aponta ainda para mensagens solicitando redefinição de senha sem que o usuário tenha realizado o processo, algo que pode servir como isca para o roubo de credenciais de acesso a serviços online.

Prestar atenção nos sites acessados, principalmente na hora de fazer compras, preencher cadastros ou enviar informações de pagamento, também ajuda a manter a segurança. Os usuários devem se certificar de que estão acessando domínios legítimos, principalmente ao clicarem em anúncios ou links promocionais que cheguem por e-mail; o processo deve ser interrompido em caso de desconfiança.

“Qualquer suspeita ou uma combinação [destes elementos] são sinais de atenção e devem alertar aos usuários que estão diante de um golpe criado por um cibercriminoso”, completa de Falchi. Na dúvida, o ideal é buscar serviços de atendimento reconhecidos ou sites oficiais para falar sobre o assunto da comunicação recebida ou realizar compras.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.