Primeiros ciberataques baseados em IA devem acontecer em 2018, diz Avast

Por Redação | 02 de Fevereiro de 2018 às 10h56
Reprodução
Tudo sobre

Avast

A tendência para 2018 é que novos e tradicionais ciberataques dominem o cenário de ameaças virtuais, inclusive com o uso da Inteligência Artificial, segundo estudo de previsões realizado pela Avast.

Em relatório, a empresa de segurança digital conta que ataques em massa nos serviços de Blockchain podem crescer em 2018, assim como os malwares sem arquivos, brechas em dados e ameaças a dispositivos móveis, citando como exemplo os trojans bancários.

De acordo com Ondrej Vlcek, CTO e EVP da Avast, "a crescente disponibilidade de frameworks de aprendizado de máquina com códigos abertos, somada à queda significativa do preço de hardwares poderosos, deverá gerar novas oportunidades para o uso de aprendizado de máquina com o objetivo de driblar os algoritmos das empresas de segurança". O executivo também conta que os cibercriminosos devem ir além dos ataques de malware, realizando sofisticadas campanhas de phishing.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A popularidade das criptomoedas é outro fator que deve aumentar o número de golpes, de acordo com a Avast, e os cibercriminosos usarão ransomwares mais agressivos para atingir a mineração de criptomoedas e serviços de Blockhain.

Os dispositivos móveis, que foram os mais afetados em 2017, devem continuar sendo o foco dos cibercriminosos, principalmente com a criação de apps falsos.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.