Pesquisa revela quanto custam logins e senhas roubadas no mercado negro da web

Por Ramon de Souza | 08 de Março de 2018 às 09h57

Até mesmo quem não manja muito de segurança cibernética sabe que, no fim das contas, não importa o quanto você proteja suas informações online — os criminosos sempre darão um jeito de, mais cedo ou mais tarde, roubar suas credenciais e vender nos cantos mais obscuros da internet. Seja através de phishing ou grandes vazamentos, é comum que as pessoas erradas consigam colocar as mãos em logins, senhas e até mesmo dados bancários de pessoas inocentes.

Ciente dessa realidade, o site Top10VPN resolveu fazer uma pesquisa para descobrir quanto vale, em média, uma credencial roubada em lojas da dark web. O resultado é impressionante: com menos de US$ 1,2 mil (ou R$ 3,8 mil), é possível montar um “kit” com todas as credenciais e arquivos necessários para se passar por algum indivíduo, falsificando sua identidade e usufruindo de suas posses materiais. O estudo foi feito com base em “tabelas de preços” de fevereiro de 2018.

As informações mais caras que você consegue encontrar são relacionadas a serviços bancários, como logins do PayPal (US$ 247) e dados de contas bancárias (US$ 160). Arquivos que sirvam como “provas de identidade”, como passaportes digitalizados, podem sair por até US$ 62, visto que eles são essenciais para quem deseja realizar algum golpe relacionado a falsidade ideológica.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Preços conjuntos de alguns tipos de credenciais roubadas (Imagem: Top10VPN)

Entretenimento e redes sociais

Um fato bastante curioso que pode ser observado através da pesquisa é que, diferente do senso popular, credenciais para plataforma de entretenimento estão entre as mais baratas disponíveis. Uma conta do Apple iCloud sai por apenas US$ 15,39; uma senha de assinante do Netflix custa US$ 8,32; um login do Spotify pode ser seu por meros US$ 0,21 (mais do que uma password para o app do Pizza Hut, encontrado por US$ 3,64).

No âmbito das redes sociais, o Facebook é o mais caro de todos — cerca de US$ 5,20. O serviço é seguido pelo LinkedIn (US$ 2,07), Twitter (US$ 1,66) e Instagram (US$ 1,28). Por fim, temos ainda os e-mails, setor dominado pela AOL (US$ 4,16) e pelo Hotmail (US$ 3,29). Credenciais para o Gmail e para o Yahoo! Mail são bem mais baratas, saindo por aproximadamente US$ 1,04 a unidade.

Credenciais do iCloud são consideradas "entretenimento" (Imagem: Top10VPN)

Como se proteger?

Assim como comentamos anteriormente, vários desses logins e informações sigilosas acabam caindo nas mãos de criminosos por causa de vazamentos ou em bancos de dados. Nesses casos, não há muito o que fazer. Caso você fique sabendo que algum serviço ou site que você utiliza teve seu database comprometido, troque sua senha o mais rápido possível. Outra dica bacana é adotar a autenticação dupla; dessa forma, mesmo se alguém tiver sua senha, não conseguirá autenticar-se tão facilmente.

Fonte: Top10VPN, AppleInsider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.