O que é o Golpe da Compra Confirmada e como se prevenir?

O que é o Golpe da Compra Confirmada e como se prevenir?

Por Dácio Castelo Branco | Editado por Claudio Yuge | 24 de Janeiro de 2022 às 17h20
twenty20photos

No mundo virtual existem diversas ameaças que tem principal objetivo o roubo monetário ou de itens de outras pessoas. Uma das táticas que mais está se destacando é o "Golpe da Compra Confirmada", em que criminosos utilizam comprovantes fraudulentos de transferências para fazer com que as vítimas enviem os produtos que estavam a venda.

O Golpe da Compra Confirmada, de certa forma, é uma atualização para os tempos atuais do golpe do Envelope Vazio, crime em que o fraudador, querendo obter algum produto, apresenta ao vendedor um comprovante de depósito no caixa eletrônico, mas não coloca o dinheiro no envelope e o valor não é computado pelo banco.

Já na nova versão, o fraudador faz um falso comprovante de depósito com os dados da vítima e o envia por e-mail ou aplicativo de mensagem para o vendedor, que então realiza a entrega do produto negociado. Quando a vítima percebe o golpe, o criminoso já está com o produto e deixa de responder às mensagens.

Segundo um estudo da OLX, a maioria dos golpes do Falso Pagamento são realizados por associações criminosas bem articuladas, que criam inúmeras contas falsas e que buscam atrair o maior número de vítimas, seja por anúncios ou por abordagens para comprar itens anunciados por contas legítimas.

Como se prevenir do Golpe da Compra Confirmada

É importante saber como se prevenir do golpe. (Imagem: Reprodução/DragonImages)

Embora a incidência de golpes da Compra Confirmada bem-sucedidos estejam aumentando, principalmente após o lançamento do PIX em 2020, existem formas dos vendedores se prepararem para não serem vítimas da fraude. Confira as dicas a seguir:

  • Olhar se o dinheiro realmente caiu na sua conta antes de enviar o produto;
  • Desconfie de comprovantes de pagamento recebidos por mensagem ou e-mail, Sempre confira diretamente em seu banco ou na carteira digital;
  • Negocie sempre pelos chats das plataformas de compra e venda e evite aplicativos de mensagem. Fraudadores preferem ambientes digitais onde não poderão ser rastreados e não gostam de deixar rastro de suas atuações;
  • Nunca dê seus dados pessoais para nenhum comprador, já que eles nunca são exigidos em transações de venda;
  • Fique atento aos e-mails recebidos dos sites. E-mails oficiais da empresa normalmente usam o nome da marca e não informações genéricas ou domínio de e-mails gratuitos.

Fonte: G1

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.