Novo golpe de WhatsApp promete consulta e resgate de dinheiro parado em bancos

Novo golpe de WhatsApp promete consulta e resgate de dinheiro parado em bancos

Por Dácio Castelo Branco | Editado por Claudio Yuge | 09 de Fevereiro de 2022 às 18h20
Cristiano Souza/Unsplash

No final de janeiro, o Banco Central lançou uma ferramenta online que permite o resgate de valores esquecidos por pessoas em instituições financeiras, mas a popularidade do serviço fez com que ele fosse temporariamente desligado até a próxima segunda-feira (14). Nesse meio tempo, criminosos já enxergaram uma forma aproveitar a novidade para roubar dinheiro e dados de vítimas, por meio de um novo golpe no WhatsApp.

Circulam nas redes sociais e aplicativos mensageiros vários links que prometem consultar e até sacar via PIX valores disponíveis em bancos. Além disso, os endereços utilizam elementos visuais e termos como "registrato" (nome da ferramenta online em que a consulta do dinheiro perdido está disponível) em seus nomes. O objetivo é aproveitar a tendência de interesse pelo tema para tentar atrair usuários para sites falsos, que podem infectar o seu dispositivo com um vírus, malware; roubar seus dados e até te convencer a enviar dinheiro.

Exemplo de um dos golpes sobre resgate via PIX. (Imagem: Divulgação/Site Confíavel)

Segundo dados da plataforma Site Confiável e seu serviço de verificação de sites, nos últimos 30 dias foi identificada uma tendência nas buscas por endereços que contenham o termo "registrato". Nesse período, foram 2367 buscas que levam a pelo menos seis páginas diferentes, mas que usam as mesmas táticas para aplicarem os golpes.

Como identificar os sites falsos e se proteger do novo golpe no WhatsApp

Informações sobre sites relacionados ao golpe. (Imagem: Divulgação/Site Confíavel)

Algo que é comum nos sites fraudulentos é a quantidade de tempo em que eles estão ativos, com a maioria existindo há pouco mais de 10 dias, indicando um comportamento de mudança constante de endereços.

Para Alessandro Fontes, cofundador do Site Confiável, isso mostra que esses endereços são descartáveis, já que pouco tempo após serem lançados eles acabam catalogados em blacklists de empresas de segurança ou denunciados nas empresas de hospedagens, gerando assim alertas em diversos navegadores sobre os riscos presentes na página.

Por fim, Fontes também afirma que a proteção contra esses golpes não dependem somente do não-acesso a esses sites, mas sim de várias dicas de segurança que, quando aplicadas, diminuem os riscos de segurança dos usuários em grande parte da internet. Listamos algumas delas a seguir:

  • Jamais compartilhe seu código de segurança: o código de segurança, que é normalmente encaminhado via SMS para o seu número, é a principal forma de ativar o seu WhatsApp em um outro dispositivo. Por isso, nunca o compartilhe com ninguém se quiser proteger sua conta;
  • Ative a verificação em duas etapas: essa função serve como mais uma função de segurança, onde o golpista, mesmo com seu código de segurança, não conseguiria ativar o WhatsApp em novo dispositivo. Você pode fazer isso nas configurações do aplicativo;
  • Proteja seus dados pessoais: permita que apenas seus contatos tenham acesso a sua foto do perfil. Você pode ajustar isso nas configurações (Configurações > Conta > Privacidade);
  • Desconfie de pessoas pedindo dinheiro ou doações: algum contato seu pediu para depositar um dinheiro? Desconfie e tente ligar ou falar com a pessoa por outro meio de comunicação para confirmar a informação;
  • Coloque senha e ative a autenticação biométrica do seu smartphone: já imaginou se você perde seu smartphone e ele está sem nenhuma proteção? Os golpes também podem acontecer fisicamente, então proteja-se;
  • Não clique em qualquer link recebido: recebeu um link de atualização cadastral bancária, promoção, sorteio, acesso a benefício, vacina e até pesquisa? Cuidado, pode ser um golpe.
  • Ficou em dúvida? Pesquise no Google: o Google pode te ajudar a identificar golpes, que já possam estar circulando a certo tempo. Através de notícias e sites que estejam falando do assunto. Então, se você ficou na dúvida. Pesquise;
  • Cuidado com os gatilhos mentais: os gatilhos mentais são peças-chave em ataques de engenharia social. Então se você recebeu uma mensagem que te deixou curioso ou com senso de urgência, reflita antes de tomar qualquer ação, em especial pesquisando sobre a suposta oferta, para não acabar caindo em um golpe.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.