Norton compra Avast em transação bilionária e cria gigante da segurança digital

Norton compra Avast em transação bilionária e cria gigante da segurança digital

Por Felipe Demartini | Editado por Claudio Yuge | 11 de Agosto de 2021 às 16h20
Montagem/Canaltech

A NortonLifeLock anunciou nesta quarta-feira (11) a aquisição da Avast por US$ 8 bilhões. A desenvolvedora de um dos antivírus gratuitos mais reconhecidos do mundo deve trazer seu foco em privacidade à fusão, que cria uma das maiores gigantes da segurança digital do planeta. Após o fim do negócio, a companhia resultante deve contar com mais de 500 milhões de usuários.

O negócio, que envolve dinheiro e também participações em ações, ainda traz a AVG para dentro da estrutura, já que a companhia foi adquirida pela Avast em 2016. De acordo com as informações oficiais, a ampliação do foco no usuário é um dos objetivos da Norton com o negócio, juntamente com a expansão das ofertas de serviços de proteção de identidade e combate contra fraude ao consumidor final.

Vincent Pilette, atual CEO da Norton, permanecerá no cargo após a fusão, assim como a diretora financeira Natalie Derse. Já o CEO da Avast, Ondrej Vlcek, deve assumir o cargo de presidente e membro do quadro de diretores da empresa, enquanto o cofundador Pavel Baudis se tornará diretor independente. Para os acionistas, o negócio envolve ofertas em dinheiro e maior participação de ações; suas escolhas podem levar o montante a US$ 8,6 bilhões.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Foi Vlcek, inclusive, que revelou um dos principais interesses da NortonLifeLock na aquisição: os dados. No comunicado oficial sobre a venda, o executivo afirmou que a ideia é manter a taxa de comprometimento dos dispositivos protegidos por produtos da companhia em baixa, enquanto a combinação da telemetria obtida por todas as plataformas da nova empresa deve auxiliar no desenvolvimento de soluções mais fortes de defesa, focada em diferentes regiões geográficas, cada uma com seus desafios específicos do ponto de vista da segurança.

Norton se mostra especialmente interessada em dados produzidos pela ex-concorrente (Imagem: Divulgação/Avast)

O movimento é um dos maiores da história recente no mercado de segurança digital, mas não é necessariamente uma novidade. Desde julho, circulavam no mercado os rumores de que Norton e Avast estavam em negociações avançadas para um projeto de fusão que, agora, é concretizado oficialmente. Segundo Pilette, a fusão vai criar uma das plataformas de proteção digital mais fortes do mercado.

Os focos essencialmente diferentes dos produtos, mesmo nas opções voltadas ao consumidor final, fazem pensar que os softwares não serão unidos ou modificados, mas informações sobre esse tema não foram divulgadas. O comunicado também indica essa possibilidade do ponto de vista da gestão — enquanto as ações da nova companhia serão negociadas apenas nos EUA, o anúncio fala em um gerenciamento combinado entre os escritórios de Tempe, no estado americano do Arizona, e Praga, na República Tcheca, cidades onde, hoje, já estão as sedes de cada uma das empresas.

Seja como for, a notícia foi vista de forma positiva pelo mercado. As ações das Avast iniciaram o pregão desta quarta-feira (11) com alta de 2,78% na Bolsa de Londres, na Inglaterra. Enquanto isso, nos Estados Unidos, os papeis da NortonLifeLock já eram negociados com valorização de 4,6% antes da abertura do pregão na Nasdaq e ao longo do dia chegaram a uma alta superior a 9%.

Fonte: BusinessWire

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.