Análise | Norton 360 for Gamers tem performance e notificações como diferenciais

Por Felipe Demartini | 14 de Fevereiro de 2021 às 12h00
Divulgação/NortonLifeLock

O que faz um produto ser “gamer”? Enquanto a piada indica que basta adicionar luzes de LED e aumentar o preço, outras fabricantes investem nisso, mas também na ergonomia para quem passa longas horas sentado e na precisão essencial para os eSports. Para a NortonLifeLock, uma das grandes fabricantes de antivírus do mercado atual, se trata de performance e de entregar funções que atendam especificamente a esse nicho.

É com essa orientação que ela lançou, no início de 2021, o Norton 360 for Gamers. A solução entrega a mesma proteção antivírus disponível em outros produtos da marca, mas adiciona a isso alguns recursos exclusivos ou remanejados exclusivamente para os jogadores, de forma que, ao mesmo tempo, eles possam se manter seguros, mas sem que essa proteção entre no caminho do desempenho durante as partidas.

O principal foco, aqui, está na performance, com toda uma sessão dedicada ao desempenho da máquina com o antivírus funcionando. Mostradores em tempo real exibem o consumo exigido pela solução enquanto, em um gráfico, o usuário consegue saber exatamente quando e a que horas foram realizadas as verificações automáticas ou manuais do sistema, de forma que o agendamento de tais tarefas possa ser realizado de acordo com as jornadas de jogatina ou transmissões ao vivo, por exemplo.

Isso, inclusive, pode ser necessário em muitos momentos, principalmente se o seu computador de jogo não for dos mais robustos. Nos testes realizados pelo Canaltech, o funcionamento padrão do Norton 360 for Gamers não interferiu tanto assim no poder disponível, com a proteção em tempo real e os controles de dispositivos e notificações dos quais falaremos a seguir. Uma verificação rápida, entretanto, consumiu em média 30% da CPU disponível, enquanto em uma varredura completa, esse total ultrapassou a marca dos 90%.

Norton 360 for Gamers exibe preocupação com o desempenho, quase não consumindo recursos no monitoramento em tempo real, mas exigindo mais para varreduras completas (meio) ou rápidas (abaixo). (Imagem: Captura de tela/Felipe Demartini/Canaltech)

Claro, há de se levar em conta que esse tipo de verificação profunda não é realizada com frequência. Por outro lado, um agendamento adequado para os momentos em que o PC está ocioso, seja fazendo downloads de games ou simplesmente sendo usado para outras tarefas que não sejam tão exigentes quanto jogar ou transmitir, pode ser o ideal para que a rotina da solução de segurança se dê bem com a do próprio usuário.

Ainda falando em desempenho, é interessante notar o acesso rápido aos aplicativos que são iniciados junto com o sistema operacional, de forma a garantir que a máquina esteja pronta para uso o mais rapidamente possível. Na tela dedicada, é possível conferir o processamento exigido por cada software, sua popularidade em meio a outros usuários — um recurso bem útil para identificar algo suspeito — e desativar ou adiar o funcionamento com um único clique.

A promessa, também, é de uma proteção em tempo real contra ataques de engenharia social por meio de mensagens de texto ou e-mails. Neste caso, é providencial que a licença do Norton 360 for Gamers também acompanhe a proteção para dispositivos móveis com os sistemas operacionais iOS e Android, assim como a instalação de extensões para o navegador, de forma que a parede erguida em um dispositivo não seja derrubada em outro local.

Essa ambição é cumprida com as ameaças mais comuns, mas no caso específico dos gamers, o sistema não foi capaz de detectar como malicioso um e-mail focado no roubo de canais no YouTube, o grande pesadelo dos produtores de conteúdo da atualidade. O download de uma solução fraudulenta foi, sim, identificado como tal, mas isso só aconteceu após o clique no link enviado pelo golpista, algo que, no mundo real, indicaria que o usuário já se convenceu da veracidade do contato e está prestes a cair nas garras dos criminosos.

Além dos malwares

Recursos como VPN e espaço de armazenamento na nuvem são opções do Norton 360 for Gamers, focados no combate a doxxing e na economia de espaço de armazenamento no próprio dispositivo (Imagem: Captura de tela/Felipe Demartini/Canaltech)

Ao focar sua preocupação nos gamers, a NortonLifeLock também dedicou recursos a esse público, que enfrenta não apenas as ameaças comuns a todos os usuários de PC, mas também perigos inerentes ao mundo dos games ou do streaming. É o caso, por exemplo, de uma VPN dedicada, que esconde o endereço IP da conexão do jogador e garante maior proteção contra ataques online.

Aos jogadores, especificamente, a preocupação é quando ao doxxing, a exposição de dados online por usuários que tentam intimidar jogadores e criadores de conteúdo, ou o chamado SWATing, mais voltado para o segundo grupo e envolvendo chamadas para a polícia sobre crimes que estariam acontecendo em sua moradia. Há, entretanto, um ponto a ser levado em conta já que, em nossos testes, a queda de velocidade sempre presente no uso de uma VPN interferiu um bocado nas atividades de streaming.

Foi possível, sim, fazer uma transmissão ao vivo utilizando a ferramenta de segurança do Norton 360 for Gamers, mas quedas na taxa de quadros por segundo foram registradas no envio de vídeos em qualidades mais altas, como com resolução 1080p e 60 fps, por exemplo. O problema, entretanto, pareceu intermitente, aparecendo em alguns momentos do dia de forma mais presente, o que indica que os horários de maior fluxo de usuários, também, pode interferir na qualidade da conexão.

Sistema de monitoramento da webcam chama a atenção no Norton 360 for Gamers, evitando que o dispositivo seja acessado ou manipulado por terceiros maliciosos (Imagem: Captura de tela/Felipe Demartini/Canaltech)

Por outro lado, funcionou de forma transparente e sem interferências os sistemas de controle de notificações e a verificação em tempo real enquanto se executa conteúdos em tela cheia. Durante a execução de jogos, o software permaneceu quieto enquanto realizava uma verificação agendada e apenas exibiu os resultados dessa varredura depois que o título deixou de ser executado na máquina. Avisos de atualização jamais apareceram, ainda que todas estivessem sendo realizadas de acordo, enquanto propagandas nunca foram mostradas.

Chamou a atenção, também, um sistema de monitoramento em tempo real não somente do sistema operacional, mas também da câmera conectada ao computador. O Norton 360 for Gamers cumpre a promessa de alertar caso algum indivíduo malicioso esteja tentando assumir o controle da máquina ou da webcam remotamente e, neste caso, interrompe até mesmo um jogo que esteja sendo executado para alertar que algo de errado está acontecendo, exatamente como deve ser.

Funcionalidades conhecidas com nova cara

Surgem integrados aos recursos focados nos gamers outros que, também, surgem como opções dedicadas. É o caso, por exemplo, dos 50 GB de backup disponíveis na nuvem da NortonLifeLock, que podem ser usados, por exemplo, para o armazenamento de clipes de partidas, backups de vídeos gravados ou jogos salvos.

O foco do Norton 360 for Gamers na performance também aparece na forma de um controle fácil de aplicativos que são iniciados junto com o sistema operacional (Imagem: Captura de tela/Felipe Demartini/Canaltech)

O mesmo também vale para as opções de controle parental, que se aproveitam da verificação em tempo real para manter os pequenos seguros e, ao mesmo tempo, permitir que os pais indiquem os conteúdos que podem ou não serem acessados por eles. O monitoramento de tráfego, por exemplo, permite um gerenciamento em tempo real por meio de um aplicativo para smartphones.

A impressão é de que, ao remanejar um conjunto de ferramentas que também estão disponíveis para outros clientes, a NortonLifeLock olhou de perto para as necessidades e exigências dos gamers. O resultado é um produto que carrega consigo a proteção esperada de um dos principais nomes do mercado de segurança, mas com uma balança adequada e plenamente customizável às partidas competitivas que não podem ser interrompidas e à exigência de processamento de títulos mais pesados ou streamings ao vivo.

O Norton 360 for Gamers custa R$ 79 por ano, com um valor promocional de 50% válido para o primeiro ano de assinatura. A licença dá direito ao download das soluções em até três computadores, tablets ou smartphones com os sistemas operacionais Windows, macOS, Android e iOS — as ferramentas exclusivas para os jogadores, em sua maioria, estão disponíveis apenas na plataforma da Microsoft.

O conjunto de soluções de segurança Norton 360 for Gamers foi testado no Windows 10 e iOS, com licença digital gentilmente cedida ao Canaltech pela NortonLifeLock.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.