Hackers descobrem diversas vulnerabilidades em dispositivos IoT

Por Redação | 13 de Setembro de 2016 às 18h11

Sua casa pode estar ficando mais inteligente, mas não está segura. Essa é a conclusão deixada por diversos hackers que participaram da conferência de hacking DEFCON, que aconteceu em Las Vegas, nos Estados Unidos. Apesar de dispositivos inteligentes conectados à Internet das Coisas proporcionarem muitas possibilidades, essas novidades abrem brechas de segurança que podem ser exploradas por cibercriminosos.

Durante a conferência, diversos hackers se empenharam em encontrar falhas de proteção nos aparelhos IoT. Os resultados obtidos foram bastante preocupantes. Os participantes, que estavam estimulados por uma competição, encontraram 47 vulnerabilidades em 23 dispositivos de IoT fabricados por 21 empresas. Foi identificado que fechaduras e trancas de empresas como Quicklock, iBlulock, Plantraco, Ceomate, Vians, Lagute, Danalock, Olidokeys e Elecyte estão vulneráveis a falhas onde é possível facilmente descobrir códigos para destravar e abrir as portas.

"No ano passado nós provamos a hipótese de que as vulnerabilidades de segurança em dispositivos conectados é uma questão sistêmica", disse Ted Harrington, sócio executivo no ISE. "Isto não é isolado a um tipo específico de fabricante ou tipo específico de produto, mas todos estes dispositivos conectados estão apresentando problemas."

DEFCON

Este é o segundo ano que o DEFCON sedia um concurso voltado para descobrir vulnerabilidades em dispositivos de IoT. Na edição anterior foram encontradas 113 falhas críticas em tais aparelhos. O evento também organizou oficinas onde especialistas ajudaram participantes em demonstrações práticas e forneceram dados de pesquisas recentes sobre os perigos encontrados na Internet das Coisas. A ideia das iniciativas é colaborar e ajudar a indústria a desenvolver melhores sistemas e equipamentos para manter os usuários seguros.

Via Business Insider

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.