Hacker que vazou episódios de Game of Thrones é procurado pelo FBI

Por Redação | 21 de Novembro de 2017 às 18h42
photo_camera divulgação

O Departamento de Justiça dos EUA está acusando Behzad Mesri, um hacker iraniano, de invadir os computadores da HBO e vazar para o público vários episódios da última temporada da série Game of Thrones. No cartaz veiculado pelo FBI onde Mesri aparece como procurado, consta a informação de que um mandado de prisão foi emitido no dia oito de novembro, após o hacker ser condenado pelos crimes de cyberfraude; acesso não autorizado a um computador protegido; ameaça à confidencialidade da informação; roubo agravado de identidade, entre outros. Também é dito no cartaz que o hacker teria extorquido, durante a ocasião de vazamento dos episódios de Game of Thrones, cerca de US$ 6 milhões em Bitcoins.

Segundo o que foi informado pela BBC, o acusado supostamente teria trabalhado para ações junto à força militar iraniana que tinham como objetivo causar dano a sites estadunidenses.

Assim como a questão da parceria militar, os tais US$ 6 milhões em Bitcoins supostamente extorquidos seguem sem confirmação documental. Teoricamente o hacker teria iniciado uma campanha de extorsão na HBO que contava com e-mails para a empresa de audivisual dizendo coisas como "Olá para todos os perdedores" e "Sim, é verdade! HBO está hackeada!". Os documentos apresentados ao grande juri são vagos e não explicam sequer se houve de fato o pagamento do resgate por parte da HBO ou não.

Uma conferência para o Departamento de Justiça explicar melhor o caso foi marcada para hoje (21) às 15:30, no horário de Brasília, mas ainda não há notícias sobre o que foi abordado na reunião. 

Fonte: BBC

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.