Golpistas estão usando Netflix para obter dados de assinantes

Por Redação | 24 de Julho de 2017 às 10h17

Um novo golpe enviado por e-mail tem como alvo os assinantes da Netflix no Brasil. Por meio de um e-mail falso, disfarçado como enviado pelo serviço, hackers informam ao usuário que há um problema com o pagamento de sua assinatura e pedem que o usuário atualize suas informações de pagamento para que continuem usufruindo da plataforma. Tudo, claro, de olho em dados bancários.

A prática é uma das velhas da praça, mas ainda é surpreendentemente eficaz justamente por vir travestida de avisos legítimos. Nesse caso, a mensagem de correio eletrônico aparece com o mesmo layout usado pela Netflix, o que se estende, inclusive, à página onde as informações de pagamento são inseridas. As vítimas são pegas no susto, e com medo de não poderem continuar assistindo aos novos capítulos de suas séries preferidas, por exemplo, acabam caindo.

Golpe usa falso e-mail da Netflix para tentar roubar dados de assinantes.

Até mesmo o link presente na mensagem parece legítimo – só na aparência, já que o endereço a que o usuário é levado não tem nada a ver com a Netflix. O mesmo vale para o e-mail pelo qual a cobrança foi enviada – indicando, inclusive, a existência de outro golpe, relacionado a uma rede de supermercados do interior do estado de São Paulo.

No caso da Netflix, ainda é importante ficar atento à data de faturamento da mensalidade, que corresponde à mesma em que o usuário realizou seu cadastro inicial no serviço. Ou seja, se você começou a utilizar a plataforma no dia 10, mas a informação de que existem problemas na cobrança veio no dia 22, pode desconfiar, já que algo assim somente aconteceria no vencimento de um novo ciclo de pagamento. Observe as faturas anteriores do cartão de crédito usado para isso.

É justamente em indícios desse tipo que o usuário deve ficar atento para não cair em golpes desse tipo. Por mais que consigam copiar layouts e a linguagem de um serviço legítimo, os hackers jamais serão capazes de enviar mensagens a partir de URLs reais, das próprias plataformas, nem utilizarão páginas em servidores oficiais para roubo de dados.

O ideal ao notar qualquer discrepância desse tipo é ignorar a mensagem e nunca entregar os dados pedidos. Caso ainda reste aquela pontinha de preocupação com a cobrança feita, entre em contato com o serviço, de preferência pelo telefone, e informe a situação. Caso ela seja real, os atendentes informarão sobre isso e poderão até mesmo realizar as atualizações necessárias.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.