Dia Mundial do Internauta | Navegue mais protegido com estas dicas de segurança

Dia Mundial do Internauta | Navegue mais protegido com estas dicas de segurança

Por Felipe Gugelmin | Editado por Claudio Yuge | 23 de Agosto de 2021 às 09h00
Divulgação/Fancycrave1/Pixabay

Todo dia 23 de agosto é celebrado o Dia Mundial do Internauta, data que celebra tanto a existência desse meio de comunicação quanto daqueles que ajudam a construí-lo a cada dia. A ocasião é uma ótima oportunidade para lembrar as práticas de segurança necessárias para garantir uma navegação prazerosa e sem dores de cabeça.

Se tem algo que fica claro a cada dia que passa é que a internet é cada vez mais uma parte importante de nossa vida pessoal, profissional e cotidiano. Dados do Centro Regional de Estudos Para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br) mostram que há 152 milhões de pessoas conectadas no Brasil e, mundialmente, 59,5% das pessoas já estão conectadas à rede.

Imagem: Divulgação/Freestock-Photos/Pixabay

Os números são positivos, mas ainda trazem a dúvida - você sabe como garantir sua segurança na internet? Com essa preocupação em mente, a Check Point Software elaborou um guia de mandamentos que evitam que você sofra com ações criminosas ou tenha seus dados vazados. Confira:

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

  • Na dúvida, não clique em nenhum link – um mero link pode ser o que determina se seus dados vão permanecer em segurança ou não. Evite clicar em endereços recebidos por fontes desconhecidas que são enviados por e-mails, mensagens de SMS ou qualquer outro meio. Eles podem levá-lo a sites infectados por malware ou páginas que prometem serviços legítimos, mas existem somente para roubar suas informações pessoais;
  • Use senhas únicas para tudo – decorar uma senha única para cada serviço que você usa pode parecer um incômodo, mas isso é necessário. No entanto, quem faz isso prepara um prato-cheio para cibercriminosos, que com um único vazamento de dados conseguem ter acesso à toda a sua vida digital. Caso você procure por ainda mais segurança e comodidade, é possível usar os serviços de um gerenciador de senhas para aprimorar sua segurança;
  • Evite redes públicas sem proteção – mesmo quando você precisa acessar a internet urgentemente, não é uma boa ideia se conectar a uma rede pública que não oferece qualquer segurança. Estando presente na mesma conexão, outro usuário pode ter acesso a tudo que fica armazenado em seu dispositivo, então é bom pensar bem antes de assumir esse risco.
  • Navegue em sites seguros – ao acessar sites, assegure-se de que eles possuem um certificado SSL válido, identificado pelo uso do protocolo HTTPS:// — especialmente se eles exigem algum cadastro de dados sensíveis. Essa proteção garante que a conexão com a internet é criptografada, impedindo que criminosos interceptem e modifiquem dados e informações pessoais.

"Ter a segurança como prioridade na navegação na Internet é cada vez mais importante, principalmente se levarmos em conta que o número de ciberataques está aumentando significativamente e evoluindo em grande velocidade”, afirma Fernando de Falchi, gerente de Engenharia de Segurança da Check Point Software Brasil.

Segundo o especialista, um dos maiores riscos aos usuários atualmente é a grande quantidade de informações que armazenam em seus dispositivos — alvo atraente para a ação de cibercriminoso. No entanto, possuir treinamento básico em segurança digital e adotar hábitos saudáveis garantem sua proteção e evitam se tornar vítima de um golpe, seja ele causado por um link ou por um arquivo malicioso.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.