Comissão Federal de Comércio dos EUA bane app espião SpyFone do país

Comissão Federal de Comércio dos EUA bane app espião SpyFone do país

Por Dácio Castelo Branco | Editado por Claudio Yuge | 02 de Setembro de 2021 às 11h20
Msporch/Pixabay

A Comissão Federal de Comércio dos EUA (FTC, na sigla em inglês), após votação unânime, anunciou que está banindo a companhia Support King e seu CEO dos negócios de vigilância no país. É a primeira vez que um banimento do tipo é realizado pela FTC.

Para Samuel Levine, diretor da divisão de Proteção ao Consumidor da FTC, o caso é um importante lembrete para os perigos que iniciativas e empresas de vigilância podem apresentar para a segurança das pessoas. Ainda segundo Levine, esse não deve ser o único caso de banimento realizado pela comissão.

O principal produto da Support King é o aplicativo para Android chamado SpyFone, que é anunciado como um programa para monitorar o celular de crianças. O aplicativo é instalado e fica "invisível", sendo executado de uma forma em que o usuário muitas vezes nem sabe que está sendo vigiado.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Segundo o relatório da FTC, a empresa e seu CEO, Scott Zuckerman, estavam secretamente coletando e compartilhando dados sobre os usuários do app, a partir de uma modificação escondida no programa. A companhia, segundo relatos, também vendia acesso em tempo real a essas informações, o que poderia ajudar stalkers e abusadores a ficarem acompanhando os seus alvos.

O relatório da FTC ainda explica que, para a instalação do aplicativo ser realizada no Android, várias restrições do sistema tinham que ser ignoradas. Além disso, para uma vigilância mais pesada, podendo até mesmo ver os e-mails enviados pelo celular onde o app estava instalado, os usuários do programa deveriam recorrer a meios que até mesmo cancelavam a garantia dos aparelhos.

Como o site oficial do SpyFone anuncia as funções do app (Imagem: Captura de Tela/Dácio Augusto)

Por fim, o relatório ainda explica que o aplicativo não conta com práticas de segurança básicas, deixando os smartphones em que ele estava instalado mais propensos a perigos virtuais, como ocorreu em 2018, quando um criminoso obteve dados de mais de 2.200 usuários do SpyFone. Além do banimento, a FTC exigiu que a Support King apague qualquer dado coletado sem consentimento; e que ela notifique os consumidores que seus celulares tiveram o app secretamente instalado.

Fonte: CNBC

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.