Publicidade

Carnaval: como se proteger de golpes nas compras online durante a festa

Por| Editado por Claudio Yuge | 25 de Fevereiro de 2022 às 22h20

Link copiado!

Elements/twenty20photos
Elements/twenty20photos

O Carnaval é sempre uma época em que consumidores procuram mais o setor de turismo, com o objetivo de arranjar boas ofertas para viagem na época. Mas com isso, criminosos também enxergam oportunidades de aplicar golpes em pessoas desavisadas.

Os golpes online do Carnaval operam de formas semelhantes com outras fraudes que ocorrem durante o ano, buscando muitas vezes por meio da engenharia social roubar dinheiro de vítimas ou obter dados pessoais delas.

Para ajudar os usuários a se prevenir, listamos a seguir algumas recomendações de proteção contra fraudes neste Carnaval, feitas por Felipe Piris, líder da Confi, empresa que monitora vendas do e-commerce. Confira:

Continua após a publicidade

Desconfie de preços muito baixos

Promoções e ofertas são desejos da maioria dos consumidores, por isso empresas golpistas simulam vendas com preços muito mais baixos que os praticados no mercado. Logo, a principal orientação do especialista é: desconfiar de ofertas “boas demais para serem verdade”.

“É comum que preços de passagens e hospedagens sofram variações. Por isso, é importante pesquisar ao longo de dias - ou semanas - para conhecer uma média de valores e evitar comprar por muito mais ou muito menos”, orienta Piris.

Conheça a reputação da empresa

Continua após a publicidade

Ao ser impactado por anúncios de sites nos quais nunca fez compras antes, é crucial procurar conhecer a reputação da loja, preferencialmente com base na avaliação de consumidores que já fizeram negócios com elas.

Essa busca pela reputação da loja pode ser feito em plataformas como Reclame Aqui e o aplicativo Confi, que reúnem informações e reclamações dos e-commerces.

Utilize cartões digitais

Muitas emissoras de cartão oferecem a opção de criar cartões de crédito digitais — que compartilham o limite com a unidade física, mas contam com dados completamente diferentes.

Continua após a publicidade

Por conta dessa diferenciação de dados, Piris recomenda que usuários utilizem esses cartões digitais online e, após que a compra for realizada, gerem um novo. Assim, caso ocorra algum golpe na plataforma de vendas, a informação de pagamento não terá validade.

“Após as compras, você pode cancelar esses cartões e os dados não estarão disponíveis para novas compras, evitando ações fraudulentas. Caso prefira pagar via boleto ou PÌX, salve todos os comprovantes de pagamento”, aconselha Piris.

Como identificar golpes no Carnaval

Continua após a publicidade

Mesmo seguindo as dicas anteriores, pessoas ainda estão sujeitas a se tornarem vítimas de golpes. Para Piris, isso torna importante que elas saibam como identificar as fraudes após elas ocorrem.

Um dos exemplos citados pelo especialista para identificação de golpes é a análise do extrato do cartão de crédito em tempo real, para perceber imediatamente caso uma fraude seja iniciada.

“Um detalhe curioso é que transações fraudulentas geralmente se iniciam com valores pequenos, para que o golpista se sinta seguro para desviar valores mais altos posteriormente”, explica Piris.

Piris também destaca que a proteção dos dados pessoais é importante, com os usuários monitorando constantemente seus CPFs para identificar qualquer movimentação atípica, como empréstimos sem autorização em e-commerces que oferecem esses serviços.

Continua após a publicidade