Alerta de rastreamento do iOS 13 reduziu em 68% dados de GPS para Apple

Por Wagner Wakka | 25 de Janeiro de 2020 às 18h00
Reprodução
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

A Apple tem mudado a forma de lidar com dados e passou a avisar proativamente os usuários sobre rastreamento de localização no iOS 13. Com mudança, de acordo com o site FastCompany, a quantidade de informações em segundo plano caiu 68%.

Como o sistema operacional mais recente, a Apple passou a enviar avisos para os usuários periodicamente para lembrar de permissões de geolocalização. Outra novidade foi a introdução de uma ferramenta que exige que um app peça autorização sempre que foi usar dados de localização.

Além de dados em segundo plano, também houve queda de rastreamento ativo, ou seja, quando uma pessoa abre um programa que demanda uso de GPS. Neste caso, o FastCompany disse que houve redução de 24% em dados registrados.

iOS 13 trouxe melhorias em termos de privacidade e segurança do usuário / Imagem: Divulgação 

Apesar disso, a Apple também pode usar o IP do usuário para identificar a localização, mas que ela é menos precisa que pelo GPS do aparelho. Uma das principais funcionalidades de rastreamento em segundo plano é poder direcionar publicidade em plataformas mobile. Por exemplo, indicar uma loja próxima sabendo a posição exata do smartphone ou tablet.

O Android 10 também já tem funções parecidas, com a de restringir o rastreamento apenas quando se está usando um app que demanda essencialmente geolocalização, como o Maps.

Fonte: Fast Company

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.