ESET revela hábitos e costumes do internauta no Dia Mundial da Internet Segura

Por Redação | 11 de Fevereiro de 2014 às 07h15

A data de 11 de fevereiro marca o Dia Mundial da Internet Segura e é reservada por muitas empresas de segurança digital para conscientizar o público sobre problemas relacionados à privacidade e segurança.

Seguindo esse plano, a fornecedora de soluções de detecção de ameaças online ESET fez um levantamento para identificar a quais perigos e ameaças os usuários estão expostos e sugerir mudanças de comportamento em relação à navegação na internet que podem ajudar a manter um ambiente protegido e seguro.

Os dados foram obtidos pela ESET na América Latina e revelam o comportamento do internauta da região. Surpreendentemente, 90% deles consideram normal dar acesso às suas informações na nuvem a terceiros. Tal comportamento é curioso, já que ao mesmo tempo 82% deles reclamaram de perder dados importantes por quebra ou roubo do equipamento.

Outro dado curioso mostra que, infelizmente, 88% dos entrevistados já perderam informações importantes por falta de backup e que 74% deles não possuem cópias de segurança em seus dispositivos móveis. Tais números evidenciam que ainda não existe a cultura de backup na região.

O restante do relatório revela que:

  • 64% dos usuários desconhecem o que é autenticação dupla
  • 63% dos entrevistados já perderam ou tiveram roubados seus smartphones ou tablets
  • 58% dos usuários armazenam suas senhas em dispositivos móveis
  • 52% acreditam que as informações armazenadas nos servidores das redes sociais não estão completamente seguras

“Acreditamos que a preocupação dos usuários com a privacidade das suas informações tem aumentado nos últimos anos e, com certeza, será ainda mais profunda em 2014. Esses dados permitem uma melhor reflexão sobre os perigos a que todos estamos expostos e, assim, tomar medidas de proteção.” afirma Raphael Labaca Castro, Coordenador de Awareness & Research da ESET América Latina.

Castro ainda afirma que, para minimizar os riscos à privacidade, o usuário deve adotar um comportamento seguro e manter uma solução de segurança sempre atualizada em todos os computadores com acesso à internet.

Além disso, nós do Canaltech sempre aconselhamos que nossos leitores busquem se informar. Um usuário bem informado e ciente do que acontece em seu computador é tão eficiente quanto um software de segurança e antivírus.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.