Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

4 dicas de segurança para a sua rede Wi-Fi doméstica

Por| Editado por Claudio Yuge | 05 de Abril de 2022 às 12h00

Link copiado!

Stephen Phillips/Unsplash
Stephen Phillips/Unsplash

Em 2022 é bem difícil encontrar uma casa com acesso à internet que não utilize redes sem fio, as famosas conexões Wi-Fi. Com o advento de tablets e smartphones, a conexão sem cabos virou parte fundamental das residências, mas com isso problemas de segurança derivados de falta de cuidado também começaram a surgir.

Uma rede Wi-Fi caseira que não seja segura pode trazer problemas sérios para seus usuários, com terceiros podendo interceptar dados enviados por ela, acessar arquivos compartilhados ou, menos severo, mas ainda sim chato, utilizar parte do plano de dados contratado sem conhecimento do assinante, por exemplo.

Para eliminar esses problemas, existem vários passos que podem ser empregados pelos usuários, resultando em uma maior segurança na rede. Confira a seguir:

Continua após a publicidade

Evite utilizar senhas fracas na rede Wi-Fi doméstica

Não é só em contas de serviços digitais que os usuários devem evitar utilizar senhas fracas - em suas redes Wi-Fi doméstica a mesma dica é recomendada. Evite utilizar situações como as credenciais padrões de um roteador (o famoso “admin’) e utilize combinações complexas de números e letras para autenticar o acesso.

Não deixe que seu dispositivo sem fio anuncie sua presença

Continua após a publicidade

Sabe quando seu dispositivo enxerga a rede Wi-Fi de um vizinho e o nome dela é algo como “A_vida_e_Irada” ou variações? Quem configurou essa conexão soube alterar o SSID dela, o que é algo importante para a segurança dos dispositivos.

Por padrão, o SSID de uma conexão é o nome do roteador, o que permite que terceiros mal-intencionados procurem o modelo na internet e descubram eventuais falhas que possam ser exploradas para, por exemplo, utilizar o dispositivo como uma porta de entrada para ataques na rede em questão. Por esse contexto, alterar o identificar é importante.

Criptografe a conexão Wi-Fi doméstica

Continua após a publicidade

Finalizando as dicas sobre configurações de roteadores e redes, é recomendado que os usuários configurem criptografias em suas conexões.

Até pouco anos atrás, muitos aparelhos só eram compatíveis com o protocolo WEP, que embora já fosse funcional e aumentava a segurança, não era tão recomendado quanto o WPA. Em 2022, porém, a situação já é outra, com a maioria dos dispositivos possuindo compatibilidade com a opção mais robusta —então, caso não a utilize, procure ativá-la imediatamente.

Use uma solução antivírus em seus dispositivos

Essa dica não é diretamente relacionada a roteadores e conexões Wi-Fi, mas sim aos dispositivos que se conectam a eles. É de suma importância a instalação em computadores e outros dispositivos, como celulares, de soluções antivírus.

Continua após a publicidade

Embora proteger a rede e impedir acessos de terceiros seja um passo importante, invasores ainda podem conseguir burlar essas medidas e invadir as conexões. Com isso, caso os dispositivos tenham a solução antivírus instalados, eles podem detectar tentativas de instalações de ameaças e bloqueá-las imediatamente, além de avisar o usuário dos problemas detectados.

Fonte: Kaspersky