Pesquisadores desenvolvem exoesqueleto que auxilia em atividades físicas

Por Se Hyeon Oh | 17 de Agosto de 2019 às 12h48
Engadget

Exoesqueletos vinham sendo utilizados pela medicina para ajudar na reabilitação de pacientes, auxiliando-os a andar ou em corridas leves. Apesar de serem ferramentas de grande ajuda, o problema desses equipamentos é que eles só podiam ajudar em uma única atividade física para a qual haviam sido projetados (andar ou correr).

Bem, graças aos estudos dos pesquisadores da Universidade de Harvard e da Universidade de Nebraska Omaha, essa história parece estar para mudar. Isso porque eles revelaram que estão desenvolvendo um exoesqueleto portátil que usa inteligência artificial para auxiliar tanto na caminhada quanto na corrida.

O projeto faz parte de um antigo programa chamado Warrior Web, da DARPA (sigla de Defense Advanced Research Projects Agency ou Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa em tradução literal) dos EUA, e vem sendo estudado há anos. 

Usado na cintura e nas coxas, ele foi criado para trabalhar com os músculos dos glúteos do usuário, adicionando torque à articulação do quadril. Um atuador conectado à parte inferior das costas da pessoa é controlado por um algoritmo e permite que o equipamento se ajuste a diferentes marchas.

Nos primeiros testes, o dispositivo reduziu as taxas metabólicas dos pacientes que praticavam caminhada em 9%, enquanto nas corridas essa redução foi de 4%. Vale lembrar que essas reduções foram medidas em comparação com as taxas registradas durante as atividades físicas dos usuários enquanto não usavam o exoesqueleto.

Os pesquisadores esperam que o projeto possa ser usado fora dos ambientes de reabilitação, de forma que possa ajudar qualquer pessoa a se movimentar com facilidade, não importando o tipo de atividade física que estejam realizando. Eles admitem que as reduções metabólicas são modestas, mas dizem que, mesmo assim, os resultados provam que um mesmo exoesqueleto pode ajudar em mais de uma atividade.

Fonte: Engadget

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.