Qualcomm levará projeto de robótica a 10 escolas do estado de São Paulo

Por Ares Saturno | 05 de Julho de 2018 às 17h55
Tudo sobre

Qualcomm

Foi anunciado nesta quinta-feira (5) o projeto RoboLab, uma parceria entre a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo e a Qualcomm, que vai levar o aprendizado de linguagem de máquina aos alunos de escolas públicas com aulas de pensamento computacional e robótica. O projeto é uma iniciativa da Qualcomm com o Grupo +Unidos, visando que as escolas públicas incluam em seus currículos o letramento digital, consoante com a nova Base Nacional Comum Curricular. O documento foi aprovado recentemente, reestabelecendo as práticas pedagógicas voltadas para a educação básica no Brasil.

Uma realidade para as escolas privadas nos últimos anos, as aulas de robótica e linguagem computacional farão parte dos projetos pedagógicos de 10 escolas da rede estadual de São Paulo. Os professores da rede receberão formação especial para ministrarem as aulas e oficinas do RoboLab aos alunos do ensino fundamental II e ensino médio. Ao final do ano letivo, os alunos contemplados participarão de uma competição entre as escolas selecionadas, onde as invenções mais criativas desenvolvidas pelas instituições serão premiadas.

“A parceria com a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo e o Grupo +Unidos traz uma oportunidade única para a Qualcomm contribuir de forma fundamental para o desenvolvimento da educação no estado por meio da inclusão digital, tão necessária para a inserção social e empregabilidade no século XXI, neste mundo cada vez mais tecnológico”, afirmou Rafael Steinhauser, Vice-Presidente Sênior e Presidente da Qualcomm para América Latina.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Um laboratório de robótica equipado com dispositivos e ferramentas, além de conectado à banda larga móvel 4G de alta velocidade, será construído em cada uma das dez escolas participantes do programa, a serem administradas pelo Grupo +Unidos. De acordo com o que explicou Augusto Corrêa, gerente geral da empresa parceira: “O Grupo +Unidos tem foco prioritário em iniciativas voltadas para educação e capacitação tecnológica de estudantes brasileiros, e estamos ativamente engajados na execução do projeto. Seremos responsáveis por conduzir o programa em todas as escolas participantes, pois acreditamos que a atuação colaborativa pode alavancar ainda mais os resultados para o ensino e o aprendizado das ciências, tecnologia, engenharias e matemática”.

Para João Cury Neto, atual Secretário de Educação do Estado de São Paulo, o RoboLab é um exemplo do que se pode conseguir com parcerias público-privadas: “Projetos com esse perfil reforçam a importância da união entre setor privado e público para melhorar a infraestrutura de conectividade nas escolas e promover a inclusão digital. Por meio da ampliação do acesso a recursos tecnológicos de alta qualidade e conhecimento especializado, os jovens estudantes da rede pública poderão ampliar o leque de oportunidades em sua vida profissional. Definitivamente, a tecnologia deve ser aliada da educação para construirmos um futuro melhor”.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.