Zuckerberg dá a entender que haverá versão paga do Facebook

Por Wagner Wakka | 10 de Abril de 2018 às 18h30
photo_camera Captura
TUDO SOBRE

Facebook

Mark Zuckerberg foi convocado pelo Senado americano nesta terça-feira (10) a prestar seu depoimento e responder perguntas sobre o caso envolvendo a Cambridge Analytica, relativo ao uso indevido de dados de contas de mais de 87 milhões de usuários no Facebook.

Em dado momento, ele foi questionado pelo senador republicano Orin Hatch se a plataforma seria sempre gratuita. A resposta de Zuckerberg dá a entender que a empresa planeja uma versão paga: “Sim, sempre haverá uma versão do Facebook que é de graça”, disse o CEO da rede social. Como Zuckerberg usou o termo “uma versão” que é gratuita, isso levanta o questionamento se haveria outra versão em planejamento que seria, portanto, cobrada.

A rede social sempre enfatizou a gratuidade da rede e mantém o aviso na página inicial: “É de graça e sempre será”. Atualmente, algumas plataformas como Youtube, Twitch e Spotify trabalham com sistemas que são gratuitos para usuários, mas possuem conteúdos pagos para quem quiser acessar as plataformas em sua plenitude, ou, ao menos, eliminar a exibição de anúncios.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Além do pronunciamento no Senado, Zuckerberg terá de se pronuniciar nesta quarta (11) para uma comissão  do Congresso que avalia questões de privacidade na internet nos Estados Unidos.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.