Verizon está procurando compradores para o Tumblr — e PornHub tem interesse

Por Rafael Rodrigues da Silva | 02 de Maio de 2019 às 20h31
Tudo sobre

Tumblr

Saiba tudo sobre Tumblr

Ver mais

De acordo com uma reportagem do The Wall Street Journal, a Verizon está procurando um novo comprador para o Tumblr, a plataforma de microblogs que adquiriu em 2017 quando comprou a Yahoo. A empresa estaria oferecendo a rede social para potenciais compradores, afirmando que ela atualmente hospeda 465,4 milhões de blogs com 172 bilhões de postagens.

Uma das interessadas em comprar a plataforma é o PornHub, o maior site de pornografia do mundo. A informação foi dada pelo vice-presidente da empresa, Corey Price, ao Buzzfeed News, afirmando ainda querer restaurar o Tumblr para seus tempos de “glória”, e voltar a permitir o compartilhamento de nudez na plataforma seria a primeira decisão da PornHub caso a venda se concretize.

No final do ano passado, o Tumblr dominou as manchetes do mundo todo ao tomar a decisão controversa de banir qualquer conteúdo pornográfico da plataforma, o que acabou alienando boa parte do público e afastando uma grande parte de seus criadores de conteúdo ativos, já que muita gente ainda usava o Tumblr por ser o único lugar onde era possível compartilhar fotos de nus artísticos e algumas fanfics mais “picantes”. Na tentativa de tornar o Tumblr um site “família”, a Verizon acabou com praticamente todo o tráfego do site, que hoje se encontra às moscas.

Desde 2017 o Tumblr pertence à Verizon, como parte da compra por US$ 4,5 bilhões de toda a marca Yahoo; agora, a empresa vem tentando se livrar de partes da companhia após ver o valor da empresa diminuir em US$ 4,6 bilhões no ano passado, o que provou que a compra da Yahoo foi um grande erro da estratégia da Verizon. No ano passado, a empresa já vendeu o Flickr, que também havia sido adquirido na compra da Yahoo, e agora o alvo da vez parece ser o Tumblr.

Menu de postagens do Tumblr

Toda a história do Tumblr mostra bem como os executivos da Verizon, apesar de fazerem fortuna vendendo planos de internet, parecem não entender muito bem como ela funciona: pagam "zilhões" em um site que ninguém sabe se está em crescimento ou morrendo (Yahoo, que enquanto prospera em algumas áreas, como nos fantasys esportivos e apostas envolvendo esses eventos, vai perdendo relevância em todo o resto), pegam um dos poucos produtos ainda relevantes deste site (Tumblr, por exemplo), tiram tudo aquilo que fazem com que ele seja relevante (o fato de ser o único lugar que aceita histórias em quadrinhos, fanfics e trabalhos artísticos de conteúdo sexual) e, quando o produto já não tem mais valor, procuram um comprador para se livrar dele.

Infelizmente, a Verizon deixou que preocupações com moralidade interferissem em seus negócios e destruíssem um de seus poucos produtos ainda relevantes no setor de mídia online do qual ela tanto quer fazer parte, e agora pagará o preço. Ou, tecnicamente, uma outra empresa pagará um preço, certamente bem menor do que o US$ 1,1 bilhão pago pela Yahoo quando adquiriu o Tumblr em 2013.

E, na verdade, não é difícil recuperar o site: a internet ainda não possui um lugar para trabalhos artísticos eróticos, e assim que o Tumblr voltar a permitir esses trabalhos as pessoas que foram expulsas de lá certamente voltarão — até por pura falta de outros espaços para expor suas artes adultas. Mas essa é uma decisão que a Verizon já avisou que não irá tomar, e por isso terá que arcar com a consequência, que é justamente vender um produto totalmente desvalorizado e por cuja desvalorização ela é a culpada.

Fonte: The Verge, Buzzfeed

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.