Twitter pode oferecer botão para editar tuítes, mas não para todo mundo; entenda

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 19 de Julho de 2021 às 09h57
Foto: Alexander Shatov (Unsplash)

Já imaginou ter a capacidade de editar publicações feitas no Twitter? Se sim, você estaria disposto a desembolsar uma quantia para isso? O diretor de produtos da platatorma, Kayvon Beykpour, sugeriu que a rede social estuda implementar a função, mas somente assinantes do Twitter Blue poderiam utilizá-la.

Em seu perfil pessoal, o executivo publicou uma enquete para recolher a opinião de alguns usuários. A votação totalizou pouco menos de 18 mil participações — e 70% delas rejeitaram a ideia. As opiniões quanto ao botão de edição variavam, com alguns a favor da janela de disponibilidade da ferramenta de apenas poucos minutos após uma publicação (a ideia proposta de Beykpour), outros discordando totalmente da funcionalidade.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Atualmente, o Twitter Blue permite que você “edite tuítes” de uma forma não tão interessante. Se assinante do serviço, o utilizador pode tirar uma postagem do ar segundos depois de publicada por meio de um botão "desfazer". Não chega a ser um botão de edição de fato, mas um atalho para excluir e refazer um post, algo possível de se realizar manualmente, com poucos cliques e sem pagar nada.

A ideia do diretor de produto do Twitter é um tanto diferente, pelo que indica sua publicação. O usuário poderia de fato editar um tuíte durante alguns minutos depois de postá-lo. Quanto seria esse tempo não foi divulgado, porém, a novidade pode nem sair do papel, já que foi apenas uma enquete descompromissada (e a maioria dos votos foi “não”).

No Brasil, a assinatura do Twitter Blue custará R$ 15,90 por mês, de acordo com informações dispostas na App Store. Por aqui, o plano ainda não está disponível para usuários.

Primeira herança do Fleets

Na semana passada, o Twitter anunciou que o Fleets está com data certa para acabar — 3 de agosto deste ano. As publicações temporárias da rede do passarinho azul (que podem facilmente ser confundidas com os Stories do Instagram) não tiveram o alcance desejado pela plataforma e, por isso, serão descontinuadas com pouco mais de um ano em circulação.

Os recursos dele, porém, serão diluídos em outros cantos do Twitter. Figurinhas, o formato de fotos e outras adições (incluindo propagandas) serão convertidos para outras mídias na rede social. Felizmente, uma das primeiras heranças parece ter sido encontrada pela programadora e recorrente informante Jane Manchun Wong.

Em uma publicação na própria rede, ela mostrou que fotos podem ter um novo formato no feed. A mídia não mais seria exibida em um pequeno quadrado, mas preencheria o espaço de canto a canto da tela — e não dá para negar: a novidade deixa o Twitter com a cara do Instagram.

Legendas em áudios

Publicações em formato de áudio estão sendo disponibilizadas para mais usuários da plataforma, contudo,  a função não contava com nenhuma forma de transcrição — o que é um grave problema para acessibilidade. No dia 15 de julho, essa pendência foi finalmente solucionada,e agora o formato pode gerar legendas automaticamente e em tempo real.

A rede social não deu muitos detalhes sobre a ferramenta, mas a publicação do recurso pelo perfil @TwitterBrasil revelou que as legendas automáticas também suportarão o português brasileiro. As legendas automáticas devem estar disponíveis para todos. Para habilitá-la, basta clicar no botão “CC” no tuíte, e a versão web também será compatível com o recurso.

Fonte: Jane Manchun Wong, Kayvon Beykpour, Twitter Brasil

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.