OnlyFans | O que é, o que deveria ser e o que o site se tornou?

OnlyFans | O que é, o que deveria ser e o que o site se tornou?

Por André Lourenti Magalhães | Editado por Bruno Salutes | 26 de Maio de 2022 às 16h50
Divulgação/OnlyFans

O OnlyFans é uma plataforma de destaque quando o assunto é monetizar conteúdo. A rede social permite vender e criar planos de assinatura para acessar publicações exclusivas de cada perfil, receber gorjetas e criar uma linha de comunicação direta com os fãs assinantes.

O que é OnlyFans

O OnlyFans é uma rede social que permite conectar fãs e criadores a partir da publicação de conteúdos exclusivos. Os perfis na plataforma podem criar uma assinatura com pagamento mensal, realizado em dólar, ou cobrar gorjetas e valores adicionais para liberar o acesso a um material específico.

O site surgiu em 2016, em Londres, com foco nos influenciadores, para eles poderem monetizar conteúdos exclusivos. Porém, boa parte do sucesso não se restringiu a esse público: como não existem limitações de conteúdo, a plataforma ganhou popularidade no segmento do entretenimento adulto, como uma forma de vender fotos, vídeos e outros conteúdos.

Em 2021, a rede tentou desvencilhar-se da relação com o entretenimento adulto e proibiu publicações com conteúdo sexualmente explícito, alegando problemas com as plataformas de pagamento. Após repercussão negativa da comunidade, a empresa voltou atrás e não aplicou essas restrições para os perfis. Além desse segmento, a plataforma também funciona como um espaço para músicos, artistas visuais e outros criadores de conteúdo.

OnlyFans dá acesso aos conteúdos de um perfil após pagar por assinatura (Captura de tela: André Magalhães)

Conforme dados da plataforma, o OnlyFans possui mais de 150 milhões de usuários cadastrado e 1,5 milhões de criadores de conteúdo. A pandemia causada pela Covid-19 e os períodos de isolamento ajudaram com o crescimento da rede social, que saltou de 10 milhões de usuários em 2019 para 100 milhões em 2021.

Como se cadastrar no OnlyFans para ganhar dinheiro

Para começar a monetizar no OnlyFans, é necessário atualizar a sua conta para uma de criador de conteúdo na plataforma. A criação de um perfil é gratuita, mas exige que a pessoa tenha mais de 18 anos de idade e cadastre um método de pagamento.

Para começar a vender conteúdos na plataforma, é necessário enviar um documento de identificação e uma foto para verificar o seu perfil. Em seguida, o usuário já pode cadastrar uma conta bancária e determinar um preço de assinatura. No OnlyFans, os valores de assinatura variam entre US$ 4,99 a US$ 50, e 80% dos ganhos são enviados diretamente para a conta do criador de conteúdo, enquanto 20% são retidos pela plataforma.

Existem diversas formas de publicar o seu conteúdo na rede social. É possível disponibilizar o material em uma publicação única, com valor definido ou com espaço para receber gorjetas. Além disso, a plataforma também permite vender pacotes com diversas fotos e vídeos por um preço único. Há, também, espaço para conversar com assinantes por mensagem direta com espaço para gorjetas.

O OnlyFans tem app para celular?

Não existe um aplicativo do OnlyFans para celulares. Para acessá-lo, é necessário abrir o site em seu navegador e conferir a versão mobile da plataforma. A empresa, no entanto, disponibiliza o aplicativo OFTV (Android | iOS), com vídeos gratuitos feitos por perfis populares da plataforma, porém sem conteúdo adulto.

Formas de pagamento do OnlyFans

Para adquirir uma assinatura na plataforma, você precisa de um cartão de crédito ou débito com suporte para compras internacionais, incluindo algumas modalidades de cartão pré-pago. Como os valores são disponibilizados em dólar, os pagamentos feitos no serviço no Brasil também podem incluir a cobrança de IOF na fatura.

Fonte: OnlyFans

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.